quinta-feira, 27 de novembro de 2008

A verdade sobre símbolos religiosos -

0 bereianos

A verdade sobre símbolos religiosos -

 

Livreto Ferramenta - Combatendo Seitas e Heresias II - pgs.: 33, 34 e 35

 

Vivemos uma época permeada por símbolos, enraizados no ocultismo e em crenças pagãs da antiguidade. Transmitem mensagens e imprimem padrões comportamentais. Confronte-os com a Bíblia

 

SÍMBOLOS DA NOVA ERA

O grego symbállein dá a idéia de reunir realidades: "Se o símbolo se identificar completamente com aquilo que representa ele será adorado, como no caso da cruz."

Analise alguns à luz da Bíblia:

1. Arco-íris pela metade - pretende ligar o homem a Lúcifer.

Conduz ao inferno (Is 14.12-15; Ap 20.1-3, 10; Ez 28.11-19; Lc 10.18)

2. Fitas entrelaçadas - união infinita amarrada às forças cósmicas.

O cosmos será destruído (Is 24.19-20; 51.6-8; II Pe 3.7,10,12; Ef 1.10)

3. Yin Yang - coexistência pacífica, equilibrada entre o bem e o mal.

O bem está acima do mal (Lc 10.18; Is 5.20, 24; 1 Ts 5.4-11; 1 Jo 1.5)

4. Urano - rege a harmonia da pessoa com a mente universal aquariana.

A consulta aos astros leva à ruína (Is 47.13-14; Jr 8.2; Dt 17.2-5)

5. O olho da pirâmide - representação da divindade sobre a terra.

É abominação (Ez 20.7; 30.13; Is 19.3; 31.1-3; 2.12-18; Jr 43.12-13)

6. Cruz de Nero - pé de galinha, símbolo da paz sem Cristo.

Temos paz em Cristo (Jo 14.27;16.33; Is 9. 6; Fp 4. 7; CI 1.20; Rm 14.17)

7. Estrela de seis pontas - simboliza a evolução e involução.

Não há reencarnação (Hb 9.27; Jo 11.25, 26; 5.24; IJo 5.11-13) "'


CAMISETAS, ADESIVOS, TÉNIS E BONÉS COM SÍMBOLOS

1. Desenho de escorpião, serpentes e dragões (Lc 10.18-19; Ap 20.2)

2. Figuras egípcias (Ez 20.7; 30.13; Is 19.3; 31.1-3; Jr 43.12-13; 44.8)

3. Formas sensuais (I Pe 2.16; Mt 5.28; Ef 5.3; Cl 3.5-6; Is 57.8 e 17)

4. Magos e figuras esotéricas (Ez 8.5-18;13.18-21;Is 57.1-13; Lv 19.31)

5. Estampas de astros e signos (Is 47.13-14; Jr 8.2; Dt 4.19; 17.2-5)

6. Expressão de anjos e demônios (Ex 20.4; I Co 10.20, 23; I Ts 5.1-11)

7. 666 e símbolos satânicos (Ap 16.13; Ap 19.20; I Cor 10.20)

8. Gestos obscenos e maliciosos (I Pe 2.16; Ef 4.31; Ti 3.3-4; I Ts 5.22)

9. Caveira, morte e trevas (Jo 10.10; 3.19-21; Lc 23.33; Ez 37.1-12)

10. Danças ritualísticas (Analise Cl 3.17; I Pe 1.15; II Pd 3.9-12)


O SIMBOLISMO E OS PERIGOS DA TATUAGEM

O Dicionário de Símbolos de J.E. Cirlot diz que "o simbolismo genérico engloba tatuagem e ornamentação como atividade cósmica, incluindo sentido sacrificial, místico e mágico. Veja alguns pontos:

1. A tatuagem pode ser um sinal de propriedade e pacto místico

No oriente (China, Japão), a tatuagem estava vinculada às divindades configuradas no símbolo. Os líbios tatuavam-se para a deusa Neit, os egípcios para Atargatis e na Síria para deuses diversos.

"Na antiguidade, a tatuagem associava-se ao culto dos deuses-demoníacos e era praticada durante ritos dedicados por feiticeiros. O sangue que brotava das feridas, o qual, segundo criam, levava consigo os espíritos malignos." "Dá idéia de consagração." O pacto era feito para se incorporar a entidade do desenho: escorpião, demônios (I Co 10.20-21)

2. A tatuagem pode identificar o grupo e ser usada como talismã.

Na Polinésia identificava o clã e a hierarquia. Na Europa do séc. XVII ela passou a ser propagada pelos marujos como talismã, distinguindo-os dos demais. A máfia japonesa, yakuza, surfistas, metaleiros, presidiários, fazem o mesmo. Os nazistas tatuavam judeus para ofenderem sua fé (I Co 3.16-17; 6.19-20; I Ts 5.5).

3. A tatuagem pode expressar anarquismo e rebeldia

A palavra tattoo, propagada por James Cook, refere-se ao som dos ossos finos usados na aplicação da tatuagem. A máquina elétrica foi patenteada por Samuel O'Relly em 1891, em Nova York, e chegou ao Brasil em 1959. A onda atual que inclui o piercing vem dos hippies e punks e da influência do rock pesado. Essa herança comunica rebeldia a Deus, à família e às autoridades. Defende a liberdade sexual e a Nova Era (Ef 5.6-13; I Ts 5.22; Cl 3.17; 2.6).


OS PERIGOS DA TATUAGEM E A BÍBLIA

Este estudo fala apenas da origem da tatuagem. Muitos a usam por razões próprias (I Co 8.9; Rm 14.12). Mas, há riscos de contrair o vírus HIV, hepatite, infecções bacterianas e virais. Se você fez a tatuagem sem orientação, a liderança da Igreja local lhe dirá como agir.

"... e escrita de tatuagem não porei em vós" (A Torá -tradução judaica). "Não façam cortes no corpo por causados mortos, nem tatuagens em si mesmos" (Lv 19.28 - NVI - Nova Versão Internacional da Bíblia).


O SIMBOLISMO E OS PERIGOS DO PIERCING

A revista Época de 25/02/2002 aponta diversos perigos do piercing:

Língua - Pode provocar fendas nos dentes e infecção geral.

Sobrancelha - Inchaço e dor impedem a higienização correta do local e abre caminho para infecções.

Umbigo - A pele pode ficar irritada com reações alérgicas.

Nariz - Danifica os vasos sanguíneos e produz cicatrizes."'

Em Ex 21.6 perfurar a orelha simbolizava um pacto de escravidão. Roland de Vaux, ex-diretor da École Biblique de Jerusalém, diz:

"As leis antigas da Mesopotâmia presumem que o escravo seja marcado, como uma rês, com uma tatuagem, um estigma feito com ferro em brasa ou ainda com unia etiqueta presa a seu corpo (Dt 15.17). ...Sinal de identidade. como as tatuagens dos cultos helenísticos."


UM SINAL DE ESCRAVIDÃO

Deus aprovaria algo que chega a mutilar o templo do Espírito Santo? Veja o alerta que a Bíblia faz em I Cor 3.16-17. Existe a tese de que os locais mais perfurados estejam relacionados à salvação e que, como certos adornos, o piercing constitui uma tranca que aprisiona a alma (Ez 13.18-21). Um sinal visível de escravidão espiritual. Leia os textos abaixo, faça sua própria avaliação e tire suas conclusões:

1. Nariz - fôlego de vida (Gn 2.7; 7.22-24; Is 2.22, 42.5; Ec 3.19, 21)

2. Boca - confissão (Rm 10.8-9;IJo 1.9; Mt 15.18;21.16; Tg 3.10; Pv 21.23)

3. Sobrancelhas (olhos) - mente (Mt 6.22-23; Ef 1.17-18, 4.18; II Co 4.4)

4. Orelha - ouvir e crer (Rm 10.14-18; Hb 3.15; Is 6.10; Jr 17.23; Ap 3.6)

5. Umbigo (ventre) - sede da vida (Jo 7.38-39; 4.14; Fp 3.19; Rm 16.18)


Segundo a Clínica Mayo (EUA), numa pesquisa feita com 454 estudantes, um em cada dez usuários do piercing sofreu infecção. A Universidade de Yale informou que uma garota de 22 anos sofreu infecção no cérebro, causada por um piercing de língua. As bactérias da boca chegaram ao cérebro pelo sangue. Você sabia que a lei 9.828/97(SP) proíbe essa prática para menores e que A. La Vey, fundador da Igreja de Satanás, defendia a tatuagem e o piercing, por entender que são rejeitados em Lv 19.28 e Dt 14.1-2, e que certas tatuagens são propagandas do mal ?(Lc 10.18-20; 10.3; 20.2). O que você diz de Is 3.18-21,1 Cor 3.16.17; 6.19-20, Rm 12.1-2?


O CRISTÃO DEVE USAR PIERCING OU TATUAGEM?

O pluralismo corrói insidiosamente o cristianismo. Para muitos o piercing e a tatuagem é apenas uma questão cultural. Entretanto, "o Evangelho nunca é o hóspede da cultura; ele é sempre seu juiz e redentor," pois parte dela é demoníaca.'' O cristão está na
contramão (Tg 4.4; I Jo 2.15; Rm 12.1-2). Que prática você deve rejeitar?

1. Se traz escândalo ou fere a consciência alheia (Mt 18.7; Rm 14.21)

2. Se deforma a dignidade humana (II Cor 4.2;C13.17; I Cor 6.12)

3. Se a natureza da prática dá lugar à carne, envolve magia, ocultismo, idolatria, exploração, malignidade (Gl 5.13;Cl 3.17;IPd 1.14-25)

4. Se apresenta alguma aparência do mal (I Ts 5.22; Ef 5.8; Mt 5.13-16)

5. Se viola a autoridade dos pais, pastor, governo (Rm 13.2; Tt 1.9-10)

6. Se traz dúvidas ao coração ou à consciência (Rm 14.22; I Jo 3.20)

7. Se não traz edificação ou a glória de Deus (I Cor 6.19-20; 10.23)


Para J.R. Stott "somos diferentes de tudo no mundo que não é cristão e esta contra-cultura cristã é a vida do Reino de Deus." Por fim, H.R. Niebuhr apresenta Cristo como o transformador da cultura.


É VERDADE QUE A VOZ DO POVO É A VOZ DE DEUS?

A Moda, a Liberdade e a Cultura da Imagem

Fausto Rocha responde: A voz do povo não é a voz de Deus" Foi o povo que gritou: Fora com este (Jesus). Crucifica-o! (Lc 23.18-23) Não é porque bilhões de moscas visitam o lixo diariamente que você fará o mesmo. A realidade virtual explorada nos veículos culturais (TV, internet, cinema e a arte), comandada por inteligência artificial transformou-se na própria cultura. Dita a moda, valores e padrão de vida, aversos a Deus. As perguntas abaixo guiarão você:

1. Isto prejudicará outros ou fará mal ao meu corpo? (I Cor 8.9-13)

2. Em meu lugar, o que faria Jesus? (I Pd 2.21;1 Jo 2.6;C12.6;Jo 13.15)

3. Posso testemunhar da minha fé enquanto faço isso? (I Pd 3.15)

4. Minha consciência terá paz se eu fizer assim? (ITm 1.19;1 Jo 3.10)

5. Meu pastor está de acordo com essa atitude? (Hb 13.7,17; Rm 13.2)


Conforme a confissão de Westminster, "Todo o conselho de Deus concernente a todas as coisas necessárias para a glória Dele e para a salvação, fé e vida do homem, ou é expressamente declarado na Escritura ou pode ser lógica e claramente deduzido dela.

Fonte: www.jesussite.com.br

Jesus e a Terra

0 bereianos
esus e a Terra

(caso tenha dificuldade em visualizar esta mensagem, clique aqui)

CONVITE: I Encontro Geração Radical com Sarah Sheeva

0 bereianos

Shalom, queridos.

Queremos convidar vocês para o I ENCONTRO GERAÇÃO RADICAL, que acontecerá nos dias 28, 29 e 30 de novembro, no Ministério Vida Nova.

Pela falta de tempo nas igrejas para testemunhos e sem eventos em nosso meio focado nisso, nasceu o Geração Radical.

O evento contará com ministração da levita e missionária SARAH SHEEVA, ex-ninfomaníaca (ex-SNZ, filha de Pepeu Gomes e Baby do Brasil), que contará seu testemunho e abordará temas como: namoro, santidade, sexo, família e louvor. Não deixe de participar. Conte para os irmãos, parentes, vizinhos, amigos, enfim, espalhem para toda igreja, rádio, jornal, revista.  DIVULGUEMMM ;)

Mais infos no panfleto que está em anexo.

Teremos também ministração de dança e teatro. Para quem quiser conhecer mais um pouco da missionária veja vídeos aqui: http://br.youtube.com/results?search_query=Sarah+Sheeva&search_type=&aq=f

Para ir ao site, clique aqui: www.sarahsheeva.com.br

Juliana Ayres | Jornalista, Stylist e Webdesigner
----------------------
MINISTÉRIO DE COMUNICAÇÃO E EVENTOS VIDA NOVA (Frei Gaspar)

Av. Frei Gaspar, 2512 (em frente à rodoviária)
(13) 3013.1432 | 8814.6248 | 8814.6249 |
-----------------------
E-mail: vidanovasv@gmail.com
Site: www.vidanovasv.com.br

Skype: worshipdesign
Msn: worshipdesign@hotmail.com
-----------------------    


Fantástico! Em lan house, uma hora de leitura vale uma hora de internet

0 bereianos

Olha só como um coração disposto muda a realidade de nossa sociedade. Será q realmente estamos dispostos a mudar a realidade de nosso bairro? cidade? país? " A criação aguarda nossa manifestação ".

Pensem nisso.

Em lan house, uma hora de leitura vale uma hora de internet

Projeto, que funciona no Ceará, foi finalista de prêmio de leitura. Idéia é incentivo para que crianças e jovens tenham contato com livros.

A criança ou o jovem quer ficar uma hora na internet? Tudo bem. Basta ler um livro antes por uma hora, ali mesmo, na Bila - Biblioteca com lan house, que funciona na comunidade de Pirambu, bairro de Fortaleza (CE).
 
"A idéia é incentivar a leitura. Para usar o computador, não há taxa. A pessoa só precisa ler um livro pelo tempo correspondente ao que ela quer passar na frente do computador", afirma Mauro Oliveira, professor do Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará (Cefet-CE) e idealizador do projeto Pirambu Digital , que deu origem à Bila.
 
"E a pessoa não tem nem como fingir que fez a leitura, porque, ao final, ela precisa entregar um resumo do que leu para o monitor da biblioteca", conta Oliveira. A iniciativa chamou a atenção fora do Ceará. A Bila foi um dos 15 projetos finalistas do Prêmio Vivaleitura 2008, iniciativa do Ministério da Educação, do Ministério da Educação e da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI). A premiação ocorreu em São Paulo há duas semanas.
 
Segundo Oliveira, o Pirambu Digital é uma cooperativa formada em 2003 por ex-alunos do Cefet que moram na região. Hoje, eles trabalham com tecnologia de ponta e se preparam para expandir as suas atividades: em breve, terá início a Pirambu Wireless. "O interessante é que esses jovens se mantiveram no bairro, que virou um verdadeiro Vale do Silício em Fortaleza", empolga-se Oliveira.
 
A Bila é mantida pela Pirambu Digital. Cerca de 50 usuários são atendidos por dia. E "filiais" da Bila foram abertas em outros bairros da capital cearense. "É algo que pode ser reproduzido em diversos locais. Propus até que fosse uma política pública no Ceará", diz.

Crianças lêem livros na Bila - Biblioteca com lan house, em Fortaleza (Foto: Divulgação)

Sapatinhos de fogo dançando musica eletrônica

0 bereianos
Sapatinhos de fogo

ahahahahahah

http://www.youtube.com/watch?v=ohmhZVjaqQo&eurl

Enchentes no sul - AJUDE

0 bereianos

Enchentes no sul
(Jornal de Santa Catarina, foto de Patrick Rodrigues)- Clique e amplie.

.Moradorem enviam relatos e fotos ao jornal.
.Especial Enchente
.Assine o manifesto virtual pela duplicação da BR 470 .
.Jornal do Vale de Itajaí, com muitos videos.
.Foto: saque a supermercado em Itajaí.

By: queridoleitor.zip.net

Aniversário da morte do ‘Elvis Presley evangélico’

0 bereianos

21/11/2008 - 20:08 por Redação

Aniversário da morte do 'Elvis Presley evangélico'

Há 45 anos morria C. S. Lewis, autor e escritor britânico, popular devido à sua apologética cristã. No mesmo dia também faleciam o escritor panteísta Aldous Leonard Huxley e o presidente dos EUA John F. Kennedy.

O escritor C. S. Lewis

No dia 22 de Novembro de 1963, há 45 anos, falecia o escritor britânico Clive Staples Lewis. Como mostrado em matéria anterior do CRISTIANISMO HOJE (clique aqui para ler), C. S. Lewis foi um ex-ateu assumido que passou a defender a fé com unhas e dentes após sua conversão.

Lewis pertenceu a Igreja Anglicana (a mesma freqüentada pelo conhecido téologo evangélico J. I. Packer) e tem sido chamado como o porta-voz não oficial do cristianismo. O escritor soube divulgar as verdades cristãs como poucos, através de seus livros e palestras. Ele sempre apresentava sua crença na verdade literal das Escrituras Sagradas, falando sobre o Filho de Deus, sua vida, morte e ressurreição. Foi chamado até de 'Elvis Presley evangélico', devido à sua popularidade.

Tornou-se popular durante a II Guerra Mundial, por suas palestras transmitidas pelo rádio e por seus escritos, sendo chamado de 'apóstolo dos céticos', especialmente nos Estados Unidos. Suas palestras tocavam profundamente seus ouvintes da rádio BBC de Londres. Na sua última palestra O Novo Homem, Lewis disse: "Olhe para você, e você vai encontrar em toda a longa jornada de sua vida apenas ódio, solidão, desespero, ruína e decadência. Mas olhe para Cristo e você vai encontrá-Lo, e com Ele tudo o mais que você necessita".

Lewis notabilizou-se por uma inteligência privilegiada, e por um estilo espirituoso e imaginativo. O Regresso do Peregrino, publicado em 1933, O Problema do Sofrimento (1940), Milagres (1947), e Cartas de um diabo ao seu aprendiz (1942), são provavelmente suas obras mais conhecidas. Escreveu também uma trilogia de ficção científico-religiosa, conhecida como a Trilogia Espacial: Longe do Planeta Silencioso (1938), Perelandra (1943), e That Hideous Strength (1945). Para crianças, ele escreveu uma série de fábulas, começando com O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa em 1950 e a conhecida série As Crônicas de Nárnia. Sua autobiografia, Surpreendido pela Alegria, foi publicada em 1955.

C. S. Lewis morreu no mesmo dia em que o presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy foi assassinado e no mesmo dia em que morreu também o escritor Aldous Huxley. A coincidência serviu como pano de fundo para o livro O Diálogo – Um debate além da morte entre John F. Kennedy, C. S. Lewis e Aldous Huxley, de Peter Kreeft, onde os três personagens, representando o teísmo ocidental (Lewis), o humanismo ocidental (Kennedy) e o panteísmo oriental (Huxley) discutem sobre religião e cristianismo.

exercício p/ fazer no job eheheh

0 bereianos

Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only


Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only


Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only

Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only

Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only


Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only

Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only


Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only

Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only


Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun OnlyOffice Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only

Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only


Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only
 
Office Exercises To Avoid Sleepiness  Fun Only

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Tipos de amor na Bíblia

0 bereianos

Vamos entender melhor o significado da palavra “amor” na Bíblia, e compará-la com seu uso habitual. Temos basicamente 4 palavras gregas para se traduzir como amor. São elas: Eros (físico, sexual), Storge (familiar), Philos (amizade) e Ágape (amor incondicional).

Obs.: Este conteúdo foi trabalhado com a turma de jovens da EBD na 1ª Igreja do Evangelho Quadrangular, em Santo Ângelo - RS, no dia 29 /04/07.

1. EROS (físico, sexual):

Chamaremos eros de “amor bolo de morangos”. Eu quero o bolo. Eu o quero tanto, que se o conseguir irei consumí-lo sem ao menos pensar em como o bolo se sente. É exatamente assim que algumas pessoas tratam seus semelhantes.

Eros é um amor que toma.

Expressões que caracterizam o amor eros:

• Você me faz bem;

• Você é meu/minha;

• Você é lindo(a);

• Você me pertence;

• Teu corpo é perfeito;

• Eu amo você porque você me faz feliz.

• “O amor é cego”

Por exemplo, eros está representado no livro de Cantares (onde Salomão deleitava-se com a beleza de sua amada) e na tradução de Provérbios 7:18, onde uma prostituta faz o seguinte apelo: “Vem,embriaguemo-nos com as delícias do amor, até pela manhã”. Nesse versículo, “amor” é uma representação para eros.

A primeira palavra grega é eros. Aparece com freqüência na literatura grega secular, mas não na Bíblia. Eros é o amor totalmente humano, carnal, voltado para o sexo. Daí a nossa palavra ERÓTICO.

Esse tipo de amor pode até incluir algum sentimento verdadeiro, mas é, basicamente, atração física, desejo sexual e expectativa de satisfação pessoal. O eros apresenta-se como amor pelo outro mas é amor por si próprio.

Sua melhor declaração é “Eu amo você porque você me faz feliz”. Ou “Eu me sinto fortemente atraído por sua amabilidade (você me amará), por seu temperamento alegre (você me diverte), por sua beleza e sensualidade (você me dará prazer), por seu talento (eu me orgulho de você)!” Porém, quando uma ou mais destas características desaparecem, o amor morre. Esse tipo de amor só quer receber. O pouco que ele dá, é com o intuito de receber algo em troca.

Infelizmente, muitos jovens escolhem o namorado ou a namorada, que poderá ser o companheiro ou companheira para toda a vida, com base apenas no eros. As relações físicas são antecipadas; a intensidade do eros prejudica o amor genuíno. Os namorados, mesmo não sabendo quase nada um do outro, pensam que esse tipo de amor os manterá juntos. Mas isto geralmente não acontece. Seu amor não é o verdadeiro amor.

A ênfase exagerada no eros é alimentada por uma filosofia playboy. Esta filosofia estimula em extremo a sensualidade, tanto da mulher como do homem; a mulher desnuda-se e exibe-se pelo prazer da sedução e do sexo; o homem cobiça e apropria-se pelo prazer do machismo e do sexo; a mulher é mero objeto sexual, um brinquedo (perigoso) para o homem (criança) egoísta. Nessa filosofia, relação sexual é sinônimo de “fazer amor”.

Casamentos construídos apenas sobre bases físicas e eróticas não duram muito... Antes do pleno envolvimento físico, os pretendentes precisam se conhecer nas áreas mais importantes da alma e do espírito. Para tanto, têm que namorar e noivar, por algum tempo, antes de se entregarem um ao outro, definitivamente, no casamento. O relacionamento sexual após o casamento será a coroação de um relacionamento

• consolidado,

• comprometido e

• crescente.

Se você cometeu o erro de se casar (formal ou informalmente) na base do eros, apenas, aqui está uma boa notícia para você: O AMOR PODE CRESCER. Não crescerá automaticamente, mas na medida em que você o cultivar. Portanto, a única esperança para o seu casamento é ascensão aos níveis mais altos do amor.


2. PHILOS (amizade):

Chamaremos esse tipo de amor de “amor time de boliche”. Ele usa essa designação porque há uma troca mútua, um compartilhar. Em geral, baseia-se numa apreciação recíproca que pode ser destruída se um ou outro não for recíproco. Por exemplo: digamos que você é um bom jogador de boliche, eu sou um bom jogador de boliche e nós dois somos ótimos jogadores. Gostamos de estar no mesmo time de boliche.

Mas você começa a beber demais e só lança bolas na canaleta. Resultado: você é tirado do time de boliche. Por mais caloroso que seja o amor philos, ele tem suas deficiências.

Relaciona-se com a alma, mais do que com o corpo. Lida com a personalidade humana – o intelecto, as emoções e a vontade. Envolve compartilhamento mútuo. Em português, a palavra mais próxima é amizade. A forma nominal é usada apenas uma vez no Novo Testamento (Tg 4.4), mas o verbo “amar”, no sentido de “gostar”, e o adjetivo “amável” são usados muitas vezes. Este é o grau de afeição que Pedro disse ter por Jesus quando este lhe perguntou, “Simão, filho de João, tu me amas?”. O pescador respondeu: “Sim, Senhor, tu sabes que te amo”. No original grego, o sentido é: “Sim, Senhor, tu sabes que gosto de ti, que sou teu amigo” (Jo 21. 15,16).

Neste nível, o amor é menos egoísta, mas ainda contempla o prazer, a realização e os interesses pessoais. Não deveria, mas... Normalmente, desenvolvemos amizades com pessoas cujas características nos agradam, cujos interesses intelectuais e gostos compartilhamos. Desejamos e esperamos que estes relacionamentos sejam agradáveis e nos beneficiem de algum modo. Damos, sim, amizade, atenção e ajuda, mas com alguma motivação egoísta. Mesmo assim, philos é um nível de amor mais elevado do que eros. Nesse nível, “nossa” felicidade é mais importante do que “minha” felicidade.

Muitos casamentos comparativamente felizes são construídos nesse nível. É muito bom quando marido e mulher são amigos. Alguns maridos e esposas dizem que se amam, mas, no dia a dia, nem amigos eles são. Prova disto é que não têm sequer prazer e empolgação com a companhia, os interesses e assuntos um do outro.

Um casamento não pode sobreviver a menos que cresça pelo menos até ao nível do philos. Se você é jovem e está pensando em se casar, você deve tomar tempo para verificar se gosta realmente da pessoa com quem você pretende se unir para o resto da vida. Seguramente, essa pessoa tem defeitos, características e hábitos que poderão irritá-lo ou mesmo exaspera-lo no dia a dia da vida conjugal. Você vê mais virtudes do que defeitos e gosta dessa pessoa o bastante para perdoá-la, ajudá-la e fazê-la feliz?

Provavelmente você já ouviu esta frase romântica: “O amor é cego!” Cuidado! O único amor cego é o eros. Esse tipo de amor realmente fecha os olhos para as faltas, ri dos defeitos e racionaliza os problemas potenciais (a menos que a pessoa amada não seja interessante em seu aspecto físico). Philos, por outro lado, honestamente encara os defeitos e decide se eles podem ser superados pelas virtudes.

Philos é o meio caminho do amor verdadeiro – dá um pouco para receber um pouco, numa proporção de 50% a 50%. Um casal pode viver razoavelmente bem com esse tipo de amor, enquanto cada um fizer a sua parte e as circunstâncias forem favoráveis. Porém, se um deles deixa de fazer a sua parte, ou se ocorrem circunstâncias adversas (crise financeira, enfermidade grave, tensões com parentes, problemas sexuais, problemas com os filhos etc), a amizade sofre. Philos não agüenta muita pressão. No fim, torna-se egoísta e exigente. Vêm os conflitos. A amizade vira inimizade. A única esperança para um casamento estável, bem-sucedido e feliz é o crescimento para o nível mais alto do amor.

Philos é um amor que troca.

Entenda a seguinte comparação:

Você têm um amigo, aqui chamado Manoel. Você, Manoel e outros amigos em comum sempre saem juntos. Vão a uma lancheria, por exemplo. Vocês sempre dividem a conta. Mas Manoel nunca participa desta divisão. Não “colabora” com nenhum real. Exemplo do amor 50% dado – 50% recebido. Você divide a conta porque isto te beneficia também. Porém, você se sente incomodado com o fato de Manoel nunca participar da divisão. Você começa a não convida-lo mais para sair. Afinal, ele não dá retorno algum pra ti. Resumindo... um “amor” um tanto quanto egoísta. O amor do tipo Philos não é um amor que doa; sempre espera algo em troca.

Expressões que caracterizam o amor philos:

• metade da laranja;

• ele/ela me completa;

• ele/ela pensa como eu;

• ele/ela me ajuda em casa;

• ele/ela me dá presentes;

• Gostamos da mesmas coisas;

• Fazemos muitas coisas juntos;


3. STORGE (familiar):

Chamaremos esse amor de “amor da tia Maria”.

Amamos tia Maria e tentamos ajudá-la, não com base na atração física (eros) dela, mas porque ela é a nossa tia Maria. Ela pode ficar velha, surda e meio-cega, mas ainda é a nossa tia Maria.

Um excelente exemplo desse tipo de lealdade encontra-se em 2 Samuel 21:10 e 11, onde “Rispa montou guarda ao lado dos corpos de seus dois filhos e outros parentes, espantando dali aves de dia e animais do campo à noite”.

É o amor mais relacionado à família – Rm 12.10 – Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. O desaparecimento desse amor é mencionado em Rm 1.31 – insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia e 2 Tm 3.3 – sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons.

O AMOR FAMILIAR – num certo sentido todos somos filhos de Adão, porém nem todos somos filhos de DEUS, somente os nascidos de novo, regenerados pelo poder da Palavra de DEUS, assim a família de DEUS só é formada por salvos em CRISTO.

A família moderna estrutura-se basicamente em torno do casamento, e nesse sentido, é uma família conjugal – sei que há a “família pós-moderna” e seus novos arranjos sociais, aos quais não vou tecer considerações nesse momento (pais separados, casais homoafetivos, adoção pelos avós e outros).

A relação familiar é algo extremamente COMPLEXA e DINÂMICA. Daí o amor se constituir em um desafio de escolha à cada dia: escolher amar o outro apesar das diferenças e do desgaste que muitas vezes a relação apresenta diante do fator tempo.

Você pode estar pensando que isso não é fácil, mas com a sua escolha adicionada à graça de Deus torna-se possível. Porque família é projeto de Deus em primeiro lugar; Ele é o maior interessado. Mas família também tem que ser projeto de homens e mulheres; ou seja, É PRECISO IMPLICAÇÃO DE CADA MEMBRO FAMILIAR.


4. ÁGAPE (amor incondicional):

Chamaremos portanto, o amor ágape de “amor chuva-sobre-justos-e-injustos”. Deus não isola pequenas áreas onde estão as pessoas boas e faz chover somente ali. Ele deixa a chuva cair sobre os maus também. A ilustração clássica desse tipo de amor encontra-se na história do bom samaritano (Lucas 10:29–37), que é contada para ilustrar o amor (agape) ao próximo (v. 27). Quando o samaritano olhou para o homem ferido e sangrando, não houve atração física (eros). O homem que havia sido açoitado não era um ente ou conhecido querido; os judeus e os samaritanos se odiavam(não tinham amor storge). O homem deixado à beira da estrada não era um amigo; ele não tinha nada para oferecer; não havia possibilidade de ação recíproca (philos). Qual seria a única motivação possível para o viajante ajudá-lo? Ele era um semelhante, um ser humano e o bom samaritano disse, em outras palavras: “Por isso eu vou ajudá-lo”. Isto é amor agape.

Esse tipo de amor não é alimentado pelo mérito ou valor da pessoa amada, mas por Deus. Ágape ama até mesmo quando a pessoa amada não é amável, não tem muito valor, não corresponde. Esse amor não é egoísta, não busca a própria felicidade, mas a do outro, a qualquer preço. Não dá 50% para receber 50%; dá 100% e não espera nada em troca.

Há quem diga: “Mas isto não é possível, não é humano!” Tem razão. Ninguém pode amar desse jeito... a menos que Deus lhe dê esse tipo de amor. Ágape é amor divino! Jesus e os apóstolos usaram este substantivo (e o verbo correspondente) quando se referiram ao amor de Deus. Veja estas passagens: Jo 3.13; Rm 5.8; I Jo 4.8-10. O Novo Testamento nos ensina também que quando nós nos arrependemos dos nossos pecados e cremos em Cristo, recebendo-o como nosso Salvador e Senhor, Deus derrama seu amor em nosso coração (Rm 5.5). A partir daí, espera-se que o amor de Deus se manifeste através de nós, nos nossos relacionamentos, principalmente com o cônjuge. Veja Ef 5.25 e Tt 2.3-4.

Isto não é fácil... Todos queremos ser amados... Fazemos de tudo para conseguir um pouco de amor... E o que acontece? Nossos esforços neste sentido acabam dificultando ainda mais as coisas; talvez até afastem de nós a pessoa cujo amor tanto almejamos. A duras provas, descobrimos que é preciso amar primeiro... com amor ágape!

Em I Jo 4, há várias referências ao amor de Deus por nós e recomendações para nos amarmos também uns aos outros. Nesse contexto, o apóstolo explica porque ou como isto é possível: “Nós amamos porque Deus nos amou primeiro” ( I Jo 4.19). O amor de Deus por nós ensina-nos a amar ou gera amor em nosso coração.

Deus nos ama como somos, a despeito da nossa pecaminosidade, das nossas atitudes e atos egoístas. Refletindo sobre isto, observando e agradecendo as manifestações diárias do seu amor, aprenderemos a amar de verdade. Além disso, o Espírito Santo faz alguma coisa sobrenatural em nosso coração... “O fruto do Espírito é amor...” (Gl 5.22). Só assim, seremos capazes de amar, no sentido mais elevado e nobre do termo.

Note que esse amor não é um esforço que fazemos porque é a única maneira de conseguirmos que uma certa pessoa nos ame.

Esse amor, o amor de verdade:

• É ordenado por Deus... para nos induzir.

• É exemplificado por Deus... para nos ensinar.

• É produzido por Deus... para nos capacitar.

O marido ou esposa que ama assim não tenta mudar o cônjuge, não cobra dele o amor desejado. Simplesmente ama, sem cobrar nada em troca. Entretanto, assim como “nós amamos porque Deus nos amou primeiro”, o cônjuge amado, mais cedo ou mais tarde, responderá com amor. O princípio é simples: amor gera amor! Outras passagens ensinam esta mesma verdade. Lc 6.38; Gl 6.7.

Ágape é o amor que dá, de graça; dá 100% e não espera nada em troca.

Frases típicas:

• Eu te amo (sem um porquê).

• Você precisa ficar internado algum tempo, porque eu te amo (numa clínica de drogas, ou até mesmo preso) – chamados por uns de “amor firme”;

• Eu te amo e por isso você precisa de correção (lembra de Hb 12:6?);

• “Vai doer mais em mim do que em você” – sem o sentido pejorativo.


Conclusão

Não amamos porque somos naturalmente bons, mas porque nascemos da graça. Não cumpriremos a lei para fazer-nos “justos”, mas porque ele nos justificou com sua justiça. Não brilharemos porque temos luz própria, mas porque refletimos o sol da justiça.

Ora, o mandamento é este:

1 – que creiamos em o nome de seu Filho Jesus Cristo

2 – e que amemo-nos uns aos outros, segundo o mandamento que nos ordenou.

E aquele que guarda os Seus mandamentos, permanece nele e Ele naquele.

O AMOR CRISTÃO precisa ser demonstrado no dia-a-dia por todos os crentes, para que possamos alcançar os perdidos para Deus. Sem amor, não se evangeliza, não se discipula.

O amor leva-nos a realizar a obra missionária e a evangelizar. Através dele, podemos louvar e adorar a Deus em “espírito e em verdade”.



Por Leandro Teixeira.

Baseado em Lições Bíblicas.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

O maior grupo radical hindu da Índia pretende eliminar o cristianismo com reconversões e violência

0 bereianos

24/11/2008 - 15:27 por Vijay Simha 

Desnascidos de novo!

O maior grupo radical hindu da Índia pretende eliminar o cristianismo com reconversões e violência.


Laba Digal, 50, fica sentado remendando pneus de bicicletas e triciclos perto de Kasinipada, um vilarejo da Índia que presenciou a maior violência anticristã deste o outono. Digal diz que ele era cristão até Setembro, quando um oficial local do grupo radical hindu Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS) veio falar com ele duas vezes.

“Ele me disse para me tornar hindu. Disse que se eu não fizesse isso, perderia minha casa. Disse que eu não poderia morar no vilarejo sendo um cristão. Eu não queria problemas. Então aceitei”, disse Digal.

Agora como um hindu, Digal diz que conseguirá um certificado do governo declarando que ele é um Dalit. Esse certificado o qualificará para outros benefícios, como trabalhos do governo reservados aos Dalits.

O RSS tem reconvertido pessoas ao hinduísmo, como Digal – geralmente do cristianismo –, por mais de uma década. A campanha de reconversão é chamada “de volta ao lar”. É bem organizada e tem oficiais distribuídos em quase todas as partes da Índia.

O RSS tem grupos que usam propaganda e grupos que usam violência. Os grupos encarregados da tarefa de levar a mensagem com palavras comandam encontros em que denunciam a igreja como sendo o inimigo. Acompanham tudo com avisos de que os cristãos devem se reconverter ao hinduísmo ou morrer. O exército RSS encarregado da força segue com ataques.

Uma lei de 1967 em Orissa proíbe conversões religiosas pelo uso da força e por meio de indução ou violência. A lei diz que o oficial da administração distrital deve permitir toda conversão. O RSS diz que, apesar da lei, poucos convertidos ao cristianismo em Orissa obtiveram sanção legal, embora o número de cristãos no Estado esteja crescendo rapidamente.

No dia 25 de Setembro deste ano, Vidyaram Pandey, oficial de uma divisão do RSS em Uttar Pradesh, fez uma denúncia de que o RSS havia reconvertido 50 mil cristãos até então, em todo o Estado, o maior da Índia. Acrescentou ainda que o RSS expulsaria todos os pastores de Uttar Pradesh em cinco anos.

A declaração de Pandey dá um vislumbre do cronograma estabelecido pelo RSS para sua investida contra os cristãos na Índia. A organização foi fundada em 1925 e agora já tem aproximadamente 30 divisões, incluindo o Bharatiya Janata, principal partido político de direita da Índia.

Organizações como a Vishwa Hindu Parishad e a Bajrang Dal, um conjunto de jovens radicais hindus armados, atingiram os cristãos nos Estados de Orissa, Karnataka, Tâmil Nadu, Delhi, Jharkhand, Chhattisgarh, Madhya Pradesh e Rajasthan. A Bajrang Dal raramente atinge os convertidos ricos. Os cristãos pobres são alertados para que se reconvertam, senão perderão vidas e propriedades. Para sobreviver, eles se reconvertem.

O RSS chega a realizar uma cerimônia de reconversão a cada quinze dias. Uma reunião típica de reconversão dura aproximadamente uma hora. Pedem aos cristãos para primeiramente queimarem suas Bíblias numa fogueira. Depois, eles se sentam em círculo, acendem incensos e amarram uma fita vermelha nos pulsos. A pessoa responsável pela cerimônia de reconversão, geralmente um Brahmin, diz uma breve oração hindu. Então, os cristãos se levantam um por vez, declaram que se tornaram hindus e que suas dinastias perecerão caso eles se tornem cristãos novamente. Cada um dos ex-cristãos, agora hindus convertidos, quebra um coco, e os hindus aplicam-lhes um corante vermelho sobre as testas.

O líder canta mantras hindus e os participantes repetem. Ao fim, todos se ajoelham e encostam suas testas sobre o chão. Semanas mais tarde, os reconvertidos participam de um yagya, um ritual hindu em que eles usam roupas em tom amarelo-alaranjado e uma fita sagrada em seus troncos. Raspam suas cabeças e bebem urina de vaca e água de tulsi (espécie de manjericão considerado sagrado pelos hindus).

Em suas novas vidas, os reconvertidos devem criar tulsi em suas casas, ter quadros de deuses hindus sobre suas paredes e celebrar as festas hindus. São orientados a orar somente aos deuses hindus.

Hrudayabasi Dandia, 55, um bispo que reside em Bhubaneswar, capital do Estado de Orissa, relata o caso de Madhusudan Das, um dos primeiros advogados de Orissa. Um dia de 1866, “Das queria continuar seus estudos fora do país. Ele achou que um apoio missionário ajudaria. Então, ele se converteu ao cristianismo”, disse Dandia.

Das é uma figura notável na história de Orissa. Ele mudou sua opinião sobre o cristianismo depois de retornar da Inglaterra durante um tempo de domínio britânico. Das começou a se opor às conversões cristãs e disse estar fazendo isso para proteger o Templo Jagannath, a instituição hindu mais sagrada de Orissa. Quando Das morreu em 1934, os hindus e cristãos lutaram por seu corpo.

A campanha “de volta ao lar” teve uma virada emergencial e violenta recentemente, especialmente no distrito de Kandhamal, em Orissa, que testemunhou uma enchente de violência anticristã. Quase um quarto da população de Kandhamal é cristã, de acordo com o juiz distrital. Isto é quase três vezes o percentual de cristãos por toda Orissa. O RSS vê isto como evidência de uma campanha hostil feita pela igreja para converter os hindus ao cristianismo e geralmente atribui as conversões às ofertas de prosperidade feitas pelo cristianismo.

O chefe do RSS K. S. Sudarshan usou o discurso de Vijaya Dashami em 5 de Outubro de 2008 para declarar sua linha de conduta. O discurso de Vijaya Dashami feito pelo chefe do RSS é um evento anual e sua pauta política é a mais importante desta fraternidade de direita na Índia.

“É chegada a hora de acordar a sociedade hindu para mudar sua imagem de dócil e de estar sempre propensa a ser ridicularizada e atacada pelos outros... Aqueles que dizem que ‘só o nosso jeito é o verdadeiro e todos os outros são falsos’ não podem fazer parte de uma sociedade hindu. Aqueles que se entregam a um proselitismo pela força, indução ou violência não fazem parte da vida desta nação”, disse Sudarsham.

O RSS também se opõe aos ensinos cristãos. O perdão por meio de Jesus Cristo é uma perspectiva apelativa para os muitos Dalits que cresceram ouvindo narrativas sobre vingança de deuses hindus.

O RSS acredita que os grupos cristãos na Índia recebem grande quantia de dinheiro estrangeiro que seria usada para converter os hindus ao cristianismo. Isto seria uma estratégia para “desintegrar” a Índia, disse Sudarshan. O RSS diz que desde o reinado britânico, o suporte político e financeiro americano tem alimentado os missionários cristãos na Índia. Para eles, a igreja é a reencarnação da East India Company. Estas acusações foram aceitas como verdade pelos seguidores do RSS.

O RSS também ensina que os partidos políticos contrários à direita na Índia seguem uma política de apaziguamento com relação aos cristãos e que eles culpam a comunidade hindu – não a comunidade cristã – pela tensão pública.

A campanha para reconverter cristãos ao hinduísmo é parte de uma grande estratégia do RSS para converter a Índia, uma nação secular, a uma nação hindu. Os acontecimentos em Orissa são apenas o começo.

Vijay Simha é editor sênior da Tehelka, uma revista investigativa líder na Índia. Ele trabalha em Nova Delhi e escreve sobre política, religião e artigos políticos que afetam a vida na Índia.

Copyright © 2008 Christianity Today International.


VoxMundo é um site interativo que gera conteúdo em áudio

0 bereianos

O VoxMundo é um site interativo que gera conteúdo em áudio. Você pode ouvir notícias, opoiniões políticas e opiniões diversas. Mas não só isso: Quem cria esse conteúdo é você.


Seja ligando de um telefone qualquer ou usando o gravador em flash presente no site, você grava notícias e opiniões de forma rápida, fácil e gratuita. Sem contar que pode ouvir as gravações de todos os outros.


Nárnia em perigo

0 bereianos
25/11/2008 - 14:18 por


Nárnia em perigo


Produção do terceiro filme baseado na obra de C.S.Lewis, 'A Viagem
do Peregrino da Alvorada', está ameaçada; distribuidora Disney
estaria frustrada com o retorno financeiro dos dois filmes anteriores.

Os fãs da série cinematográfica As Crônicas de Nárnia, baseada na obra
do escritor britânico C.S.Lewis, podem ficar frustrados. A Viagem do
Peregrino da Alvorada, o terceiro filme da série, cujas filmagens
começariam agora em Janeiro, pode nem sair do papel.

A Disney está preocupada com o retorno financeiro das duas
superproduções feitas até agora – O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa
e Príncipe Caspian –, que não teriam ficado à altura do investimento. Na
sexta-feira passada, a Walden Media, produtora que realiza os filmes em
parceria com a distribuidora da Disney, soltou um comunicado dizendo que
seu CEO e co-fundador Cary Granat está deixando a companhia. Granat, a
partir de Dezembro, assume uma função de consultoria no grupo. Cabe a
ele dar o sinal verde para a produção do novo filme, mas o executivo não
estaria muito entusiasmado.

A Viagem do Peregrino da Alvorada teria direção de Michael Apted e
estrearia em 7 de Maio de 2010. Mas a Walden ainda não autorizou a
produção. Isso dá mais combustível para quem acredita que a Disney
planeja reduzir seu apoio, o que pode dificultar a posição da produtora.
No mercado, comenta-se que a Disney estaria de olho em outras franquias,
como A Princesa de Marte e Príncipe da Pérsia. É esperar para ver – ou não.

(Da redação)

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Em breve, Youtube ao vivo!

0 bereianos

Em breve, Youtube ao vivo!

3 de março de 2008


 

Youtube

Seguindo as idéias dos sites Ustream e Mogulus, o YouTube já prepara uma ferramenta para permitir a seus usuários compartilhar vídeos ao vivo, por streaming.

Com o recurso, qualquer pessoa poderá transmitir uma conferência, uma festa de aniversário ou dividir uma apresentação musical ao vivo com seus contatos.

O projeto foi revelado pelo fundador do YouTube, Steve Chen, em seu canal no site de vídeos.

A ferramenta de vídeos ao vivo ainda está em desenvolvimento e só deve ficar pronta no final deste ano, explica Chen.

Considerando a credibilidade e a criatividade do Google e o longo prazo dado para que a ferramenta fique pronta, podemos imaginar que algo muito bom vem por aí. É esperar pra ver!

Fonte: Info Online

Lula q parece desenho é encontrada na califórnia

0 bereianos


Cientistas encontram ‘desenho animado vivo’

29 de outubro de 2008


Se você disse que se trata de um personagem de um novo desenho animado dos estúdios Disney chegou bem perto. Na verdade é uma espécie de lula encontrada por biólogos do aquário marinho de Cabrillo, na Califórnia, e que tem cara de desenho animado. Impressionante a natureza, não?

Para os estudiosos de plantão, eis o nome do animal, que vive em águas profundas: Helicocranchia pfefferi. A lulinha tem o tamanho de um abacate. O corpo é totalmente transparente, o que permite a perfeita visualização de todos os seus órgãos internos. Órgãos pigmentados estão atachados à pele. Um deles tem o efeito visual de um sorriso. Para completar, olhos grandes e um nariz adunco, que tornam a figura marinha bastante simpática… Quem sabe um personagem para uma nova história do Nemo?


Mania de customizar tênis ganha força com projetos sociais e comércio on-line

0 bereianos

Isso não é novo. A febre, comoñ poderia deixar de ser, veio dos EUA, q já fazem isso por lá há mto tempo. + é bacana d+!

20/11/2008 - 16h21

Mania de customizar tênis ganha força com projetos sociais e comércio on-line

ADRIANA TERRA
Da Redação

Divulgação

Tênis feito por Jimmy, que usa tintas específicas para cada material

Tênis feito por Jimmy, que usa tintas específicas para cada material

Foi por meio de seu interesse pela cultura do tênis que Leandro Nascimbene, 26, mais conhecido como Jimmy, passou a customizar alguns pares, pintando os modelos com inspiração em coisas que gosta, como os filmes "Faça a Coisa Certa" (1989), de Spike Lee, e "Sin City" (2005), de Frank Miller.

Quando começou a customizar, há cerca de dois anos, não tinha a intenção de comercializá-los. "Morava com um amigo, fui pintando os meus e os dele", conta. "Comecei a me informar e pesquisar mais sobre os materiais necessários. Depois que consegui o material correto comecei a trabalhar". Hoje, Jimmy vende suas criações pela Web e para amigos que encomendam dele.

Já Andréa Santos, 31, aproveitou seu interesse por trabalhos manuais para pintar também calçados. "Além dos desenhos que eu mesma crio, faço ilustrações ao gosto de cada um, crio em cima do que me pedem", conta ela, que vende pela Internet seus tênis e também os usa para divulgar.

Para Andréa, o sucesso dos modelos customizados se deve ao desejo por algo exclusivo. "As pessoas querem algo para o qual olhem e digam: 'Que lindo, nunca vi esse modelo em loja nenhuma, onde você comprou?'", diz.

Divulgação
Modelo da designer Lilian T .Carvalho
Divulgação
Tênis inspirado no filme "Sin City", customizado por Leandro Nascimbene
Sobre o fato de nem todos se aventurarem em sua própria customização, ela acredita que há certo medo "de errar o desenho e perder o tênis".

No entanto, há quem mesmo sem experiência na arte da customização de calçados crie modelos para uso pessoal. É o caso de Prila Paiva, 30, artista plástica, que adaptou um par de tênis branco com desenhos influenciados pela música afro-beat. "É preciso deixar o tênis secar alguns dias para a tinta aderir totalmente", conta Prila, que diz ter usado em seu modelo tinta de tecido "comprada em papelaria mesmo". "É uma tinta ótima, já lavei o tênis algumas vezes e a pintura ainda está inteira", revela.

Já a designer Lílian T. Carvalho, 25, faz modelos para alguns amigos. "Não comecei a ganhar um dinheirinho com eles ainda. É mais uma forma de dar uma relaxada", diz.

Embora boa parte desse comércio ainda seja feita de maneira informal, algumas empresas aproveitam o sucesso da customização e apóiam ou desenvolvem projetos relacionados ao assunto. É o caso da Vans, com o Custom Shoes, que consiste na customização de sete pares de tênis feita por profissionais de áreas ligadas ao design.

Segundo o idealizador do projeto, Bruno Regalo, 26, a idéia era fazer "algo cultural, artístico e ao mesmo tempo social". O Custom Shoes realiza, no próximo dia 27 de novembro em Curitiba, leilão beneficente dos tênis.

Customizados Vs. edição limitada

Para o diretor de arte Bruno Regalo, a maior diferença entre um tênis em edição limitada e um customizado é a produção. Com os calçados de uma série edição limitada - geralmente feita por um artista ou em homenagem a uma personalidade --, a produção é em larga escala se comparada à de modelos customizados.

"Normalmente o tênis de edição limitada é produzido industrialmente, diferente do customizado, que é feito de maneira única. Claro que um tênis customizado pode se tornar um "limited edition", como é o caso de diversos tênis de grandes marcas em todo o mundo", explica.



Sites relacionados:

Andréa Santos - www.flickr.com/artbydreas/

Lílian T. Carvalho - www.flickr.com/diferenteassim

Leandro Nascimbene -
www.flickr.com/jdubs176

Priscila Paiva -
http://www.prila.art.br

Vans Custom Shoes - www.vansbrasil.com.br/customshoes

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Qqr semelhança é mera coincidência...

0 bereianos

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

“THE SOUND” do Duo Mary Mary

0 bereianos

Mary Mary - Get up

O Duo Mary Mary se prepara para lançar o seu quinto álbum em sua carreira que será intitulado "THE SOUND". O novo cd já tem até data de lançamento: dia 21 de outubro de 2008.

Como presente para os leitores de nossa revista digital a Gospel Beat disponibiliza para download o primeiro single do novo cd da dupla que tem como titulo "GET UP" (Levante-se).

Para baixar é só clicar AQUI:

Prince, um dos ícones gay, e agora Testemunha de Jeová, declara ser contra o casamento gay

0 bereianos

Prince declara ser contra o casamento gay

Por Redação
18.11.08
Foto: Divulgação

Ele já foi ícone gay nos anos 80, já mudou de nome e torno-se um símbolo impronunciável. Agora, aos 50 anos, Prince nega ter tido qualquer influência sobre a cena gay e declara-se contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a adoção de crianças por homossexuais. 

Em notícia publicada na revista norte-americana The New Yorker deste mês (novembro de 2008), Prince afirmou que o casamento gay "não é certo". Convertido à seita Testemunhas de Jeová há sete anos, o músico já fez várias canções religiosas, mas longe das grandes gravadoras. "É a religião que une as pessoas", afirmou. 

Morando em Los Angeles, ele freqüenta um Salão do Reino (nome dado ao local de encontro das Testemunhas de Jeová) e diz estar feliz com isso. "É uma realização. Muita gente fica surpresa ao me ver, mas acham legal minha conversão". 

Sobre os gays, Prince segue agora os princípios de sua religião. A entrevista foi feita um dia antes da eleição de Barack Obama e, segundo Prince, muita gente votou no candidato por "não entender a Bíblia". "Elas apóiam o casamento gay e até usam a Bíblia em sua argumentação, mas estão erradas. Deus já veio à terra uma vez para limpar o mundo desse tipo de sujeira – o casamento gay, o aborto. Ele disse basta", afirmou o cantor, provavelmente se referindo à passagem bíblica de Sodoma e Gomorra.

OBS: Oremos para q ele se converta à Cristo Jesus.

Sem Opções?

0 bereianos
Meditação: Agora sei que não há Deus em nenhum outro lugar, senão em Israel. (2 Reis 5:15)

 

Pensamento: Enfrentar uma impossibilidade nos dá a oportunidade de confiar em Deus.

 

Leitura: 2 Reis 5:1-3, 9-15.

 

Mensagem:

Sem Opções?

 

            Como comandante militar antigo e poderoso da Síria, o general Naamã dispunha de todos os benefícios que o império podia lhe obedecer: influência, prosperidade e poder. Tudo, isto é, com exceção da saúde! Naamã era leproso (2 Reis 5:1-3).

            Em contrapartida, a menina serva da casa do general não tinha opções, muito menos poder. Como cativa de uma invasão militar, havia sido forçada a uma vida inteira de escravidão (2 Reis 5:2). Mas ela não permitiu ser dominada pelo desespero e amargura. Antes sobressaiu-se de uma situação sem opções e serviu de todo o coração os melhores interesses de seu chefe.

            Essa menina serva não viu a lepra de seu mestre como um castigo de Deus, mas como uma oportunidade de indicar a Naamã o profeta de Deus, em Samaria (2 Reis 5:3). A sua recomendação conduziu à cura completa de Naamã. Ele declarou: "Agora sei que não há Deus em nenhum outro lugar, senão em Israel" (2 Reis 5:15).

            Hoje, muitas pessoas têm opções abundantes. Outros, entretanto, têm suas escolhas reduzidas pela pobreza, falta de saúde ou outras circunstâncias adversas. Quando vem uma crise, até mesmo suas opções limitadas se evaporam.

            Todavia, permanece sempre uma opção. Tal como a menina serva de Naamã, nós ainda podemos escolher servir a Deus e apresentá-lo a outros – independentemente das nossas limitadas circunstâncias.

 

FONTE:

Albert Lee

Nosso Andar Diário

Ministério RBC

--------------------------------------
"Pelo que, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento". (1º Coríntios 3:7)

Se você não deseja mais receber nossas mensagens, envie um email sem conteúdo para mensagensqueedificam@gmail.com e no campo ASSUNTO, insira a palavra "CANCELAMENTO" ou "REMOVER". Faça o mesmo procedimento com todos os seus endereços de emails inscritos no GRUPO MENSAGENS Q EDIFICAM para assegurar-se de que realmente lhe removeremos de nossa lista.

Temos uma comunidade no ORKUT, ajude-nos a divulgá-la e abençoar muitas vidas. www.orkut.com/Community.aspx?cmm=16744413


Deus abençoe você!!!

--~--~---------~--~----~------------~-------~--~----~
Você recebeu esta mensagem porque está inscrito no Grupo "Mensagens Q Edificam" em Grupos do Google.

Para entrar em contato com o responsável pelo grupo:
e-mail/msn: mensagensqueedificam@gmail.com

Para fazer parte de nossa COMUNIDADE MENSAGENS Q EDIFICAM no Orkut, acesse: <www.orkut.com/Community.aspx?cmm=16744413>

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para mensagensqedificam-unsubscribe@googlegroups.com
-~----------~----~----~----~------~----~------~--~---

Bola de Neve apresenta: POD

0 bereianos

 
Caso não consiga visualizar esta newsletter, clique aqui

domingo, 16 de novembro de 2008

JESUS VAI AO MCDONALDS - compre e me dê de presente :)

0 bereianos

JESUS VAI AO MCDONALDS de Luiz Alexandre Solano Rossi.

Bispo americano teria advertido que quem votasse em Barak Obama corria o risco de “perder a salvação”

0 bereianos

Benção ou maldição

Bispo americano teria advertido que quem votasse em Barak Obama corria o risco de "perder a salvação", já que o candidato democrata apóia a liberalização do aborto.

Barak Obama está eleito e é o primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos. Em todo o território americano, mais de 200 milhões de eleitores foram às urnas – mas muitos deles podem "perder a salvação". A pérola é do bispo Joseph Robert Finn, da cidade de Kansas. Às vésperas da eleição, ele advertiu os fiéis da sua diocese de que os eleitores que votassem no candidato democrata Barack Obama iriam colocar em risco a "salvação eterna".

No entender do religioso, votar em Obama significa tornar-se cúmplice do ato de abortar, já que o candidato manifestou-se favoravelmente à liberalização do aborto. "A salvação eterna está ligada a esta escolha importante", disse o bispo, em entrevista a uma rádio local. Finn acusa Obama de ser um "fanático" a favor do aborto. Pelo jeito, muitos de seus fiéis estão perdidos.

(Com reportagem da Agência Ansa)

Missionária britânica é morta no Afeganistão

0 bereianos

21/10/2008 - 07:49 por Redação

Missionária britânica é morta no Afeganistão

Talibãs assumem autoria do crime e dizem que Gayle Willians foi morta porque pregava o cristianismo.

A missionária britânica identificada como Gayle Williams, de 34 anos, foi executada ontem por dois motociclistas em Cabul, capital do Afeganistão. Ela era ligada à organização humanitária Serve Afeganistão. Segundo informações do jornal inglês The Time, a missionária teria sido morta por pregar o cristianismo no país, que atravessa um dos períodos mais conturbados de sua história desde o ataque liderado pelos Estados Unidos, em 2001, como resposta aos atentados do 11 de Setembro. O crime foi reivindicado por milicianos ligados ao movimento talibã, que governou o país até ser derrubado pelas forças americanas, há sete anos. Desde então, o grupo adotou ações de guerrilha e terror na tentativa de recuperar sua influência.
De acordo com o Times, esta é a primeira morte de um funcionário estrangeiro de uma organização humanitária. O presidente da Serve, Mike Lyth, negou que Gayle tivesse qualquer atuação religiosa e que a entidade pregue o cristianismo. A missionária, que também tinha cidadania sul-africana, havia deixado a cidade afegã de Kandahar, onde atuava, há pouco tempo, por questão de segurança. Desde então, vivia em Cabul, onde foi executada. Em agosto deste ano, grupos de ajuda humanitária denunciaram que ataques contra seus funcionários haviam forçado a retirada de suas equipes do país. No mesmo mês, um japonês foi encontrado morto e quatro funcionários da organização International Rescue Committee, baseada em Nova Iorque, foram mortos num atentado contra o veículo em que trafegavam. 
No comunicado em que os talibãs assumem o crime, divulgado na internet, o grupo diz que a inglesa foi assassinada por pregar o cristianismo em seu país. A organização Serve Afeganistão é uma entidade de orientação cristã especializada na ajuda a pessoas doentes.

Fonte: G1




--
-----------------------
Jornalista, Webdesigner:
http://worship-design.blogspot.com
http://adoradoresworship.blogspot.com
www.flickr.com/photos/blackstyle, Contato: julianaayres@gmail.com
Messenger: worshipdesign@msn.com

Viver é muito perigoso // Todas as semanas, alguns jovens evangélicos cometem suicídio

0 bereianos

21/04/2008 - 15:42 por Sérgio Pavarini

Viver é muito perigoso

Todas as semanas, alguns jovens evangélicos cometem suicídio.

"Quem sou eu: Apenas uma partícula de existência nesse universo imenso. Sentimentalmente, uma pessoa realizada. Estou sempre de bom humor! Pela graça divina, me esqueço das coisas que para trás ficam e avanço para as que estão diante de mim. Deus é fiel!
Religião: Cristão/protestante.
Paixões: Deus, minha família e meus amigos da igreja.
Livros: A Bíblia.
Música: Gospel.

Os dados acima foram compilados e combinados do perfil no Orkut de alguns jovens. Em comum, todos mostravam-se cheios de energia e profundo amor por Jesus. O pretérito é necessário porque eles não estão mais conosco. Todos colocaram um ponto final em sua trajetória terrena nos últimos meses.
Acostumados a fechar os olhos para vários problemas que afligem o rebanho, muita gente fica atônita ao descobrir que, todas as semanas, alguns jovens evangélicos cometem suicídio. Ao conhecer a trajetória dos que nos deixaram, ficam estarrecidos ao descobrir que o estereótipo de "jovem problema" não se encaixa na maior parte dos casos. Para quem está longe, a solução é fácil. Basta teorizar que o suicida vai para o inferno – mas aos que vivenciaram essa dor inexprimível, o restante dos dias será permeado por questionamentos temperados com certa dose de culpa.
Geralmente entretidos com atividades da igreja, os jovens crentes nem sempre têm com quem conversar sobre suas angústias mais esconsas. Numa estratégia que combina falta de sintonia e de sensibilidade, os insepultos acampamentos continuam marcados por "sexo oral" em profusão – no caso, palestras e mais palestras sobre o assunto, rep(r)isando o que acontece há várias décadas. Enquanto drenava minha indignação nestas linhas, soube de mais uma pá de casos de suicídio entre a moçada. Simultaneamente, minha caixa postal continuava sendo entupida por spams de eventos que vão "impactar a vida" de quem colar por lá. Triste período em que os "lugares altos" perigosamente tornaram-se apenas o ponto escolhido por muitos jovens para o "impacto" final.

Zumbis de Jesus

No livro Sobre a esperança, Frei Betto afirma que vivemos numa cultura da desgraça, na qual "as pessoas têm medo da vida, em vez do medo da morte". Ser íntegro e autêntico é uma decisão que poucos intimoratos tomam quando o patrulhamento é acirrado. O caminho mais confortável é optar por corresponder às expectativas alheias, adotando o que Paul Tournier chama de "persona" e Brennan Manning trata por "impostor". Vida dupla ou suicídio do "eu" verdadeiro, a existência desse pessoal resume-se a uma fastidiosa encenação. São meros mortos-vivos que não aquiesceram ao conselho do compositor mineiro e foram incapazes de "abrir o peito à força numa procura".
A frase de Guimarães Rosa que intitula este texto somente é veraz enquanto as máscaras permanecerem intactas. Que Deus abra nossos olhos e ouvidos para distinguir os gemidos cifrados de tanta gente sofrendo ao nosso redor. Sejam nossos braços abertos um dos sinais visíveis e terapêuticos do amor inaudito e sem reservas do Pai. Hic et hunc.

Chega ao mercado a Leão de Judá Cola

0 bereianos

07/11/2008 - 07:28 por Redação

Isto é que é... bênção

Chega ao mercado a Leão de Judá Cola, refrigerante lançado por empresário crente para conquistar o paladar dos evangélicos.

Primeiro, foi o Guaraná Jesus, bastante popular no Nordeste. Agora, é a vez de um novo refrigerante crente conquistar o paladar dos evangélicos. É a Leão de Judá Cola, iniciativa do empresário Moisés Magalhães, membro da Igreja Universal do Reino de Deus e que atua no setor de distribuição de refrigerantes. Para quem não sabe, Leão de Judá é um dos nomes pelos quais Jesus é chamado na Bíblia – pois é justamente na intenção de tornar o nome do Senhor conhecido, além, é claro, de lucrar, que Moisés está investindo no projeto. O produto chega ao mercado com força agora em dezembro, com um lote inicial de 12 milhões de litros. Segundo o empresário, 20% da renda obtida com a comercialização da Leão de Judá Cola será destinada à igreja que ele freqüenta e à manutenção de projetos sociais.
O lançamento será marcado por uma campanha de divulgação, que contará, entre outras coisas, com cartazes com mensagens cristãs e versículos bíblicos. A idéia é atingir principalmente as periferias, que concentram grande população evangélica e é mais receptiva a refrigerantes de marcas alternativas. As vendas mensais dos sabores guaraná, cola, laranja e uva devem atingir o patamar de seis milhões de unidades/mês no fim de fevereiro, segundo projeções da empresa Alfa Gold, de propriedade de Moisés. "Montei uma espécie de Coca-Cola tupiniquim", exagera o empresário, que garante ter gasto apenas R$ 300 mil na concepção do produto e desenvolvimento das fórmulas. Leão de Judá é fabricado e distribuído por oito engarrafadoras. "Com divulgação adequada, poderemos abocanhar até 2,5% do setor de bebidas não alcoólicas", especula.

(Com reportagem de IstoÉ Dinheiro)

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Devagar com o andor pós-racial

0 bereianos
Devagar com o andor pós-racial

Em seu show mais recente, o comediante Chris Rock conta que vive em Alpine, um enclave de endinheirados de Nova Jersey. Segundo seus cálculos, entre os milhares de moradores, há três outros negros vivendo lá. O ator cômico Eddie Murphy e os músicos Jay-Z e Mary J. Blige, todos milionários como ele. "Sabe quem é meu vizinho?", pergunta Rock à platéia. "Um dentista branco."

Ele pára e olha o público, numa pausa dramática. "Eu e Eddie Murphy somos gênios da comédia, Jay-Z e Mary J. Blige são gênios do rap. O meu vizinho, o dentista branco, pode ser bom no que faz, mas não é tão bom quanto nós. Sabe o que seria necessário para que um dentista negro conseguisse morar em Alpine e ser meu vizinho? Ele teria que ter inventado o dente ou algo assim..."

Reconto o caso para dizer: devagar com o andor pós-racial. Os Estados Unidos mudaram, os novos eleitores, os eleitores novos e as minorias ajudaram a eleger Barack Obama -mas foi preciso uma crise econômica sem precedentes e o equivalente ao gênio negro da política concorrendo para que isso acontecesse. Sabe quando um George W. Bush negro será eleito presidente? Talvez em mais 100 anos.

Antes de Obama, outros negros concorreram ou tentaram concorrer à presidência dos EUA. Houve o ativista e líder religioso Al Sharpton, que, com seu jeito caricato, é o mais próximo que consigo pensar de um Bush negro. Houve o ex-senador Jesse Jackson, que, com sua filha fora do casamento descoberta no meio da campanha, é o mais próximo que consigo pensar de um Bill Clinton negro.

Não conseguiram passar das preliminares do treino do campeonato.

Na quarta-feira, no parque Grant, aqui em Chicago, no meio das 250 mil pessoas que esperavam o discurso da vitória do presidente eleito, foi emocionante ver a velha-guarda de ativistas reunida para a catarse final. Havia ex-Panteras Negras, líderes comunitários, organizadores de conjuntos habitacionais pobres, professores universitários e até a apresentadora de TV Oprah Winfrey, a afro-americana mais rica e bem-sucedida dos Estados Unidos.

Assim que Obama subiu ao palco, eles não conseguiram mais segurar. Oprah soltou um berro: "We did it!", "nós conseguimos!". Colin Powell, o ex-secretário de Defesa de Bush e ex-assessor de Segurança Nacional de Reagan, estava em casa com a família e disse que chorou ao ouvir o anúncio de que Obama era o presidente. Ao contar isso para a CNN, emocionou-se de novo.

A imagem das lágrimas de Jesse Jackson correndo por seu rosto enquanto o presidente eleito discursava é a mais forte dessa corrida eleitoral, na minha opinião. Ele marchou ao lado de Martin Luther King em Selma e Montgomery, no Alabama, no auge da luta pelos direitos civis. Estava com o ativista e líder religioso no dia em que ele foi assassinado, em abril de 1968.

Na quarta-feira, viu o sonho de King ser realizado e, por isso, chorou.

Naquele dia, o racismo norte-americano -e, por extensão, mundial- sofreu um golpe mortal. Mas não morreu. Ainda é preciso que dentistas negros consigam morar em Alpine, Nova Jersey. E que negros que não são Obama possam sucedê-lo na Casa Branca.