segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Porque devemos orar pelo nosso pastor

Porque devemos orar pelo nosso pastor

Muitas pessoas não sabem a responsabilidade e a pressão do ministério
pastoral. A igreja, como corpo de Cristo, não ora pelo seu pastor de forma
sistemática e as consequências espirituais e físicas podem ser sentidas
claramente junto aos líderes evangélicos dos Estados Unidos, Brasil e outros
países. Mais de 1300 pastores são despedidos a cada mês sem justa causa.
Cerca de 90% dos pastores estão trabalhando entre 55 a 75 horas por semana.
O percentual de esgotamento está no máximo, com somente 50% dos pastores
cumprindo seus anos de trabalho como pastor.

Evidências revelam que uma igreja que tenha despedido seu pastor tem uns 70%
de possibilidades de fazer o mesmo com o próximo. A função de pastor está
entre as de níveis mais baixos em relação às profissões mais respeitadas, de
acordo com uma pesquisa feita em 1995. É importante salientar que o
pastorado não é uma profissão no sentido real da palavra, mas um chamado
ministerial. Mais de 50% dos graduados nos seminários deixam o ministério
depois de 5 anos. Mais de 1200 pastores a cada mês deixam o ministério
devido a tensão ou situações relacionadas com a igreja, assuntos familiares
ou falha moral.

O divórcio entre os ministros subiu em mais de 65% nos últimos 20 anos.
Cerca de 94% dos ministros sentem a pressão de ter que ter uma "família
perfeita". Pesquisas revelam que 71% dos pastores dizem que estão tendo
problemas financeiros. Cerca de 67% das esposas de pastores dizem que não
estão satisfeitas com seu matrimônio e 33% dos casamentos pastorais sofrem
de tensões causadas pela quantidade de trabalho.

Mais de 90% dos pastores levam para casa "bagagem mental e emocional do
trabalho ministerial. Dados confirmam que 75% dos pastores dedicam menos de
uma noite por semana a seu conjuge e amizades. Cerca de 80% dos pastores
crêm que o ministério afetou suas famílias de uma maneira negativa. 70%
dizem que não têm alguém que consideram como amigo mais chegado e 97% dizem
que não foram preparados adequadamente para enfrentar assuntos que encontram
na igreja. Com uma realidade como esta, mais do que nunca, precisamos orar
pelos nossos pastores.

http://www.linhaberta.com/ed42/ora.html

0 bereianos:

Postar um comentário