segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Assista TV de graça na web

Assista TV de graça na web

Por Computerworld/EUA
Publicada em 28 de janeiro de 2008 às 07h00
Atualizada em 28 de janeiro de 2008 às 16h32

Framingham – Conheça sites que oferecem programas de TV completos, sem uso de torrent.

O aumento na velocidade média das conexões à internet em banda larga, a oferta de monitores widescreen e uma invasão de conteúdos divertidos alimentam a explosão de vídeos na rede.

Assim como o Napster fez com a música, sites como o YouTube estão levando o vídeo por demanda a um outro nível. A maioria dos vídeos é de conteúdo livre e acesso instantâneo, mas boa parte consiste em comerciais ou vídeos virais de "diversão de momento".

Alguns serviços dos Estados Unidos, como o iTunes, Veoh.com e Amazon Unbox já oferecem programas de TV, em pacotes pagos.

A indústria televisiva, enquanto isso, tenta descobrir como lidar com a transmissão pela web, que causou recentemente a greve dos roteiristas nos EUA, e com os royalties de retransmissão.

Pondo lenha na fogueira, além de conhecidos acordos comerciais como o Unbox, há alternativas para obter os melhores programas de graça. E essas alternativas não incluem os torrents, que requerem o download de um cliente, pesquisa por links e divisão da sua conexão.

Para cada Amazon Unbox há dez ou mais sites que oferecem a transmissão ou download de conteúdo gratuitamente. Há um debate em progresso sobre a legalidade de sites com vídeo de contribuição e outros conteúdos. Especialistas discordam em muitos aspectos da linguagem da Lei de Direitos Autorais do Milênio Digital (DMCA), nos Estados Unidos.

Outros destaques do IDG Now!:
> Fotos: 27 teclados curiosos
> Veja moda feita para os geeks
> MacBook Air e outros notebooks finos
> 29 produtos de tecnologia dos sonhos
> Fotos: mapa online mostra SP em 58
> Controle suas finanças online
> Proteja seu eletrônico de raios

Veja abaixo a seleção de alguns serviços que apresentam programas de TV gratuitamente na rede:

Joost

Com pouco conteúdo licenciado (programas Comedy Central e alguns filmes da Paramount Pictures) e vários vídeos à la YouTube, o Joost pretende ser uma versão televisiva do Skype. Há vídeos de jovens mulheres fazendo Yoga, um canal de culinária australiano e clipes animados, além do canal da Trama, totalmente em português.
John Brandon, editor do Computerworld, de Framingham.

0 bereianos:

Postar um comentário