sábado, 24 de novembro de 2007

Pastor deixou o cargo e afirma que foi enganado por satanistas

 
Pastor deixou o cargo e afirma que foi enganado por satanistas
 
Políticos deixam suas funções o tempo todo para passar mais tempo com a família ou por outras diferentes razões. Mas, numa cidade do Estado de Arkansas (EUA), o prefeito renunciou alegando uma razão inusitada: adoradores do satanás fizeram-lhe uma lavagem cerebral. A informação é do site Metro.

Ken Willians deixou seu cargo alegando que o diabo o havia abduzido há quase 30 anos. Prefeito desde 2001, ele afirmou que passou a usar o nome pelo qual é conhecido a partir de 1980.

O ex-prefeito afirma que era um pregador da Igreja Batista chamado Don LaRose, que vivia em Indiana em meados dos anos 70, mas foi abduzido pelo diabo e esqueceu-se de sua vida até então.

Recentemento, Willians diz que tomou uma injeção que o fez lembrar seu passado. Ele lembrou-se então que tinha uma mulher e dois filhos como LaRose e que tinha decidido mudar sua identidade para protegê-los. Em 1980, ele teria então assumido a identidade de Ken Willians, morto em um acidente de carro em 1958.

Willians tornou público o caso na semana passada quando sua antiga família descobriu o que acontecia. Desde fevereiro ele mantém um site sobre o desaparecimento de LaRose.

O ex-prefeito diz que planeja continuar a viver como Williams, e que a sua atual mulher o apóia. Ao se demitir, ele assinou como Ken Williams, 69 anos, e Don LaRose, 67 anos.

Fonte: Elnet / Gospel+

0 bereianos:

Postar um comentário