sábado, 24 de novembro de 2007

Dilúvio da Arca de Noé potenciou agricultura na Europa

Dilúvio da Arca de Noé potenciou agricultura na Europa
 
 
A origem da alegoria bíblica da Arca de Noé parece estar relacionada com uma inundação ocorrida há 8300 anos, tendo contribuído para o desenvolvimento da agricultura, afirmam investigadores.

Partindo de evidências arqueológicas e datações por meio de carbono, os cientistas britânicos dizem que, na altura, uma placa de gelo que cobria a América do Norte derreteu.

Com a subida do nível das águas do mar em cerca de 1,4 metros, os habitantes do sudeste europeu viram-se obrigadas a dispersar-se, o que provocou um crescimento da agricultura no velho continente.

Com isto, o texto publicado no Quaternary Science Reviews indicia que a inundação, a criação de um canal entre os mares Mediterrâneo e Negro e o desenvolvimento da agricultura europeia de então, estão encadeados.

Quando ocorreu a inundação, as práticas agrícolas parecem ter parado, mas foram restabelecidas uma geração depois por todo o continente, concretiza um dos investigadores.

A ligação ao relato bíblico surge pois parece ter-se dado um fenómeno de destruição generalizada com características semelhantes às relatadas no Génesis.

Segundo o mesmo cientista, «alguns investigadores sugerem que a arca de Noé surgiu devido à inundação no Mar Negro, no final da última era glaciar e, tendo em conta as características geográficas da região, quem «vivesse naquele local poderia ter a impressão de que todo o mundo estava inundado.

Fonte: Notícias Cristãs / Gospel+

0 bereianos:

Postar um comentário