terça-feira, 29 de outubro de 2013

"Truque de Mestre": Um Filme Sobre a Indústria do Entretenimento Illuminati?


, , , , , , ,

"Truque de Mestre": Um Filme Sobre a Indústria do Entretenimento Illuminati?

sábado, 28 de setembro de 2013 Leave a Comment
"Truque de Mestre" fala sobre grandes mágicos fazendo truques de mágica incríveis... e algum tipo de assalto a banco. Mas, principalmente, "Truque de Mestre" é sobre uma organização sombria chamada "Olho", que controla esses artistas. Enquanto a maioria dos telespectadores estão atordoados com a ação sem sentido do filme, uma mensagem importante está sendo comunicada: A elite oculta controla a indústria do entretenimento... Você consegue enxergar isso?

 Aviso: spoilers gigantescos pela frente! 

A maioria dos críticos tiveram a mesma reclamação sobre "Truque de Mestre": A história faz absolutamente nenhum sentido e é completamente ilógica. Eu concordo plenamente com eles. Quase tudo o que acontece durante todo o filme é implausível. Mesmo o alucinante e abrangente "plano mestre" do filme, na verdade, depende de tantas variáveis que poderiam dar errado que é, de fato, um plano horrível.

Embora a maioria dos telespectadores vá tentar fazer sentido do filme "Truque de Mestre", ele simplesmente fica repetindo para os telespectadores "Quanto mais perto você olha, menos você verá". Ele também repete constantemente que os mágicos sempre fazem algo para distrair o público enquanto a verdadeira mágica acontece em outros lugares. Isso se aplica no próprio filme? Claro que sim. A perseguição policial, o enredo do assalto ao banco e as explosões estão lá para manter os olhos dos espectadores ocupados enquanto a história real e subjacente se desdobra: é sobre a indústria do entretenimento, as forças que a governam e aqueles que são usados por ela. É também sobre o público, as massas que estão sendo enganadas por mestres ilusionistas. As primeiras falas do filme dizem tudo:


"Vem para perto. Mais perto. Porque quanto mais você pensa que vê, mais fácil será para enganá-lo. Porque o que você está vendo? Você está olhando, mas o que você está fazendo realmente é a filtragem, interpretação, procurando significado. O meu trabalho? Tirar o maior presente que você me dá, sua atenção, e usá-la contra você."
 

Essa fala, enquanto um truque de cartas está sendo realizado, resume o verdadeiro papel dos meios de comunicação e da indústria do entretenimento. O resto do filme descreve apropriadamente quem governa a indústria e até mesmo os métodos que ela utiliza. Os mágicos são recrutados por uma sociedade secreta chamada "Olho" (isso pode fazer soar um sino para os leitores deste site), que utiliza os artistas para promover a sua agenda e fazer o seu simbolismo uma parte da cultura popular. Dê um passo para trás e perceba o seguinte: O filme É o mágico. Vamos dar uma olhada no tema de "Truque de Mestre".

Abordados

De primeira, vemos os quatro mágicos fazendo seus próprios truques separadamente. Eles estão tentando ganhar a vida fazendo seus truques de mágica. No entanto, estão longe de serem grandes celebridades. Eles são observados e seguidos por uma figura encapuzada que deixa um convite na forma de uma carta de tarô. Na parte de trás da carta está o símbolo do olho que tudo vê com informações do convite.

 Neste print em particular, a carta é mantida acima de uma foto de um dos 
mágicos escondendo um de seus olhos - dando a entender que ele está prestes a ser 
parte da indústria do entretenimento da elite oculta. O fato de que um olho está 
sendo substituído pelo olho que tudo vê também implica que ele está
 prestes a perder boa parte da visão...e da liberdade.

Os quatro mágicos são selecionados porque eles se destacam em seu campo particular de mágica e, principalmente, porque às vezes eles parecem estar usando a mágica oculta real.

Da esquerda para a direita: Henley Reeves é um escapista (carta de tarô 
da alta Sacerdotisa), Daniel J. Atlas é um ilusionista (carta dos amantes);
 Merritt McKinney é um mentalista (carta do Eremita); Jack Wilder
 é um ilusionista de dedos rápidos (carta da morte).

  Jack Wilder, o mais jovem da tripulação recebeu a carta da 
Morte por uma razão: ela antecipa seu próximo sacrifício ritual. 

Os mágicos são convidados a um apartamento estranho com engenhocas estranhas nele. Depois de descobrirem os enigmas que foram colocados lá (um processo de iniciação), eles veem os planos da elite estabelecidos por eles. Então, num passe de mágica, tornam-se grandes artistas.

Fantoches de Seus Patrões

Depois de entrar para o "Olho", os mágicos estão em Las Vegas, rodeados por uma multidão barulhenta, enquanto ouvimos uma música de fundo que basicamente grita "Isto é showbiz, baby!". Os quatro mágicos, que faziam truques independentes e solo, já se juntaram a um grupo para se tornarem os Quatro Cavaleiros. Esse nome é retirado do Livro do Apocalipse da Bíblia, onde os Quatro Cavaleiros são arautos do Apocalipse e das tribulações que vêm com ele. Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse são frequentemente ditos estarem associados com peste, guerra, fome e morte. Este é um nome bastante sombrio para um bando de mágicos, mas faz sentido quando sabemos que eles estão trabalhando para a elite oculta. O livro do Apocalipse é de grande importância nas sociedades secretas, visto que se acredita esconder um significado oculto para ser decifrado apenas pelos iniciados. Um monte de seu simbolismo deriva dali e este não é exceção.

Não ao contrário de artistas "reais" da indústria do entretenimento, os Quatro Cavaleiros estão lá apenas para obedecer às ordens provenientes da "Olho". Tudo sobre eles relaciona-se com a sociedade secreta que os controla.

 Este palco em que os quatro Cavaleiros se apresentam 
é um olho gigante. Este é um modelo do palco. 

  O logotipo dos Quatro Cavaleiros é bastante enigmático.

 Em uma cena, no entanto, vemos uma decoração estranha que diz "Olho". 
Parece consistir de uma combinação de duas versões 3D do logotipo dos
 cavaleiros. Em suma, o logotipo é uma outra maneira de esconder o 
simbolismo oculto na "cara dura".

  Quando o grupo completa seu truque de mágica mais espetacular, o símbolo 
do olho aparece na Times Square. Enquanto a maioria das pessoas acreditam que 
o olho é um mito, seu simbolismo está em toda parte... assim como na vida real.

Tudo a respeito dos Quatro Cavaleiros é, portanto, carimbado com o selo do olho.

É interessante notar que as pessoas por trás do filme não criam um símbolo fictício para representar a sociedade secreta. Eles usaram o símbolo mais importante da elite oculta de hoje - um dos símbolos mais importantes de várias sociedades secretas poderosas . Como vemos muitas vezes neste site, este símbolo também já é usado em todo mídia de massa. Por que isso? Será que é porque o filme faz o papel dos Quatro Cavaleiros - um veículo para o simbolismo da elite oculta?

A Olho - Baseado na Sociedade Secreta Real que Governa Hollywood? 

À medida que o filme avança, descobrimos algumas informações sobre a "Olho" e sua história. Tudo sobre ela se assemelha a uma sociedade secreta real que é poderosa em Hollywood: a OTO, uma auto-intitulada "Ordem  mágika".

No filme, a "Olho" é:


 "Guardiões da magia real e protetores de quem a pratica. Candidatos à iniciação devem seguir uma série de comandos por meio da obediência cega".
 

É claramente afirmado que o símbolo da Olho origina-se do símbolo egípcio antigo do Olho de Hórus.

  Durante o filme, um documentário sobre a Olho mostra a sua origem oculta.

  Essa é uma página do bloco de notas do pesquisador que investiga os Quatro 
Cavaleiros. O Olho de Hórus é um dos símbolos mais importantes da Maçonaria,
 da OTO e dos Illuminati. A utilização deste símbolo neste filme não foi aleatória. 

As características da Olho se assemelham a OTO.

 A OTO é baseado na Thelema de Aleister Crowley - uma filosofia que foi "comunicada" para ele, enquanto dentro de uma pirâmide egípcia. Como a "Olho", a OTO se concentra principalmente na mágica "real" e sua aplicação quase científica. Crowley acrescentou a letra "k" no fim da palavra mágica (em inglês magick) para se distinguir da mágica de palco. Portanto, como a "Olho", a OTO se considera "guardiões da verdadeira mágica".

O símbolo do Olho de Hórus é de extrema importância para a OTO, porque a OTO quer trazer o Aeon de Hórus - uma era governada pela Thelema. É surpreendente ver que, neste Aeon de Hórus, a mídia de massa está literalmente inundada com o símbolo do Olho de Hórus?

  No filme, um dos livros usados para pesquisar o
 olho é chamado de "Os Guardiões de Hórus ". 

  O layout de sua capa se assemelha 
a capa de livros reais da OTO, com
 bordas retangulares e um título dourado 
embutido e letras maiúsculas. 

Assim como a "Olho", a OTO exerce uma grande influência em Hollywood. Uma de suas declarações de missão é trazer a Thelema e o Aeon de Hórus para as massas. Qual a melhor ferramenta de comunicação de massa para fazer isso?

Por dentro da Indústria

Enquanto testemunhamos os Quatro Cavaleiros ascendendo à fama, também vemos como funciona a indústria de entretenimento. Por exemplo, há algumas alusões ao uso do controle mental em várias pessoas.

  Este "membro supostamente escolhido aleatoriamente do público"
 para um truque de mágica é na verdade um escravo de controle mental. 

Thaddeus  (o cara que tenta desmascarar os Cavaleiros da "Olho") descreve como esse cara acabou no palco:


"Ele foi selecionado. Programaram a sua mente para fazê-lo ir para Las Vegas. E então eles continuaram reforçando isso até ele ir. Eles o arrastaram. Eles o estudaram. Nada foi deixado ao acaso. Ele não tinha ideia de que era o alvo. E eles simplesmente o ativaram em Las Vegas."
 


 Este agente da FBI (interpretado por Common) começa a tocar um violino no ar 
depois que ele ouve a palavra "merda". Nós aprendemos mais tarde que ele foi 
programado pelos mágicos e que a palavra  "merda" (bullshit) é um gatilho 
para fazê-lo tocar violino no ar. Esta é uma maneira de deixar-nos saber
 que os aplicadores da lei também podem ser programados pela elite.

Outro aspecto fundamental da indústria Illuminati é o uso de sacrifícios ritualísticos a fim de trazer a transformação. O ilusionista Jack Wilder recebeu a carta de tarô da Morte no início do filme, porque ele foi escolhido para o sacrifício ritualístico.

 Jack, um dos Quatro Cavaleiros, morre (mais ou menos) em um
acidente de carro - um evento que é transmitido ao vivo na TV. 

O evento provoca choque e traz solidariedade para os mágicos apoiados pela elite. Mais tarde descobrimos que o acidente de carro foi um armação e que Jack ainda está vivo - mas o público não sabe disso. O evento é um exemplo de um ritual de sacrifício feito em larga escala pela elite oculta. Foi também uma diversão.

O filme também mostra o que acontece com aqueles que saem das "boas graças" da elite. Thaddeus, o ex-mágico, agora faz sua carreira criando DVD "desmascarando" mágicos. Quando ele vai contra os Cavaleiros apoiados pela elite, as coisas não terminam bem para ele.

  Thaddeus é pego pela "Olho" e jogado na cadeia. 

Ao perguntar ao policial (que passa a ser parte da "Olho") por que isso está acontecendo com ele, aqui está a resposta:


 "A lenda é que a Olho está em toda parte. Esperando os verdadeiros grandes mágicos se distinguirem dos medíocres. Talvez fosse você. Lá no fundo você não queria nada mais do que ser parte da Olho, mas você nunca foi convidado."
 

 Enganados? 

À medida que o filme avança, torna-se óbvio que os membros dos Quatro Cavaleiros não têm ideia do que está realmente acontecendo. Assim como os artistas reais na indústria, eles são meros fantoches que tentam cumprir as tarefas que lhes são dadas. Eles, porém, sabem que uma coisa é certa: eles querem desesperadamente ser parte da "Olho".

Assim que completam toda a sua missão, os Cavaleiros se encontram no Central Park.

  Os mágicos são recebidos por Dylan Rhodes, o agente do FBI que estava 
tentando prendê-los durante todo o filme...*tosse*...Embora essa reviravolta 
na história faça nenhum sentido, ela transmite o significado de que a
 "Olho" controla a mídia de massa e os aplicadores da lei . 

Rhodes diz aos mágicos "Bem-vindos a Olho" e os leva a um carrossel. Os mágicos montam em um cavalinho e começam a girar. Isso nos leva a pensar: foram os mágicos levados para um passeio literal durante o tempo todo? Será que a Olho existe mesmo?

A julgar pela magnitude dos esquemas que os Cavaleiros estiveram envolvidos, não há dúvida de que havia uma entidade muito poderosa por trás deles. No entanto, como na vida real, os forasteiros nunca podem ser parte do "círculo interior". Embora os Cavaleiros tenham feito tudo o que foi pedido por eles, eles nunca vão fazer parte da elite. Esse fato é reforçado numa cena semi-oculta na parte final do filme.

Poucos minutos após os créditos terminarem de ser mostrados, há uma cena que eu tenho certeza que muitas pessoas perderam. Ela mostra o destino final de artistas utilizados pela elite oculta.

  Os Cavaleiros são instruídos a irem para um lugar no deserto onde
 antigos sinais de Las Vegas estão jogados lá. Este cemitério representa
 nada mais nada menos que suas próprias carreiras. 

 Eles, então, vão buscar o equipamento para seu novo show de mágica.

 Os mágicos percebem que as caixas estampadas com o símbolo da Olho estão
 bloqueadas. Os Cavaleiros não tem mais acesso a privilégios relacionados a Olho.

Pensando que talvez suas cartas de tarô mágicas poderiam ser capazes de desbloquear as caixas, os mágicos olham em seus bolsos...e suas cartas de tarô sumiram. A Olho não precisa desses artistas mais então seus passes foram revogados. Eles foram usados e agora jogados fora no deserto entre os sinais de neon descartados.

Então, para responder a perguntas que muitos me perguntam: Você acha que artistas como Jay-Z, na verdade, são parte dos Illuminati? Aí está sua resposta.

A Visão Geral

Durante todo o filme, os investigadores se perguntam "Por que eles passam por todo esse problema?" Por que os mágicos e, por extensão, a Olho, constroem esses esquemas elaborados? Não faz nenhum sentido. E, para muitos espectadores, o filme não faz sentido. A maior parte da ação é baseada em torno de policiais idiotas correndo, apontando suas armas, tentando pegar mágicos presunçosos. No entanto, por trás das cenas de ação e da música alta, há uma mensagem lá. O filme em si diz repetidamente aos telespectadores: "Quanto mais perto você olha, menos você vê". Quanto mais perto você tentar entender e dar sentido à ação acontecendo na tela, menos você vai obter a "visão geral".

"Truque de Mestre" definitivamente não é sobre um assalto a banco. É sobre a "mágica" da indústria do entretenimento. Crowley definiu a mágicka como "a ciência e a arte de provocar mudança de ocorrência em conformidade com a Vontade". O objetivo da indústria do entretenimento é fazer a mudança. Mas essa mudança leva tempo... anos, décadas e gerações. O filme descreve o processo de um jeito muito metafórico.

O agente da Interpol pesquisando a Olho descreve o mais famoso truque de um mágico chamado Lionel Shrike.


 "Quando ele tinha 14 anos, ele viu um buraco em uma árvore no Central Park. Tinha um cara que trabalhava no carrossel e assinou uma carta, o que parecia ser um pequeno truque de rotina. Na aposentadoria do rapaz, 18 anos mais tarde, Shrike faz a performance, faz o cara assinar uma carta e pronto! A carta está na árvore. Ficou na árvore por 18 anos. 

O truque não era para olhar de perto. Era para ser olhado de tão longe que você o veria 20 anos atrás."
 

 Após os Cavaleiros concluírem todas as suas tarefas, eles foram convidados 
a reunir-se na árvore de Shrike porque ela representa o significado da 
Olho. Assim como a carta dentro da árvore mágica, a "mágica"
 transformadora é para ser ter visão geral a longo prazo.

 Em um ponto, Tadeu diz:


 "Este é um truque de magia feito em escala global. E você é o abracadabra, a distração."
 

Enquanto os telespectadores estão hipnotizados com explosões e perseguições de carro, eles estão perdendo a verdadeira mágica: A elite está transformando a sociedade para atender as suas necessidades através de mídia de massa.

 A maior parte da "mágica" que vemos durante o filme é CGI (Imagens geradas 
por computador). A indústria do entretenimento é o verdadeiro mestre da ilusão. 

O filme termina com uma chamada dos Illuminati para o público, deixando que eles saibam que eles são os únicos a serem enganados pelos mágicos reais.


"Vem para perto. Mais perto. Porque agora você sabe o nosso segredo. Poderíamos estar em qualquer lugar. Observando você. Estamos à procura de alguém para nos ajudar com o nosso próximo truque. Vou contar até três, abra os olhos e me diga o que você vê. Um. Dois..."
 

 [A tela escurece]

Conclusão

Embora não haja absolutamente nada "realista" sobre "Truque de Mestre", ele descreve bem o que realmente acontece na indústria do entretenimento. Os mágicos do filme representam os vários artistas e intérpretes que são recrutados pela elite para fazer avançar a sua agenda. A Olho é baseada em sociedades secretas reais que exercem influência em Hollywood. Enquanto esses fatos podem ser cristalinos para alguns, a maioria dos espectadores provavelmente perdem essas mensagens enquanto tentam entender que diabos está acontecendo.

Na verdade, durante todo o tempo, o filme meio que dá risada da plateia. Em determinado momento, um membro dos Cavaleiros diz: " O mágico deve ser a pessoa mais inteligente na sala". O filme é tão Hollywood que é quase uma paródia do mesmo. Está quase dizendo aos telespectadores: "Olhe para as coisas idiotas que você está consumindo para se divertir". Mas, por trás de tudo, há uma mensagem poderosa que vem direto da Olho. Ou você o vê... ou não.

0 bereianos:

Postar um comentário