segunda-feira, 16 de setembro de 2013

CAMPANHA PODEROSA: FECHE A MATRACA!


CAMPANHA PODEROSA: FECHE A MATRACA!
por Lucianno Di Mendonça

Campanha poderosíssima para desimpedir e ficar definitivamente livre "dos caminhos neopentecostais", "quebrar maldições apostólicas", "anular palavras proféticas", fazer um "desenpastoramento total", "apagar dardos inflamados dos levitas", sair debaixo da "cobertura espiritual" de manipuladores, "desembaraçar nós cegos" nas mentes feitos por falsos profetas e, principalmente, encontrar o fio da meada do Evangelho puro e simples. Você não pode deixar de participar da novíssima campanha:

Não quer abrir O livro, Feche a Matraca!

Essa campanha não é pra qualquer um. Somente para os fortes na ignorância. Destemidos à Deus. Corajosos em rejeitar as Escrituras. Submissos a falsos profetas. Treme e dá enchurrio só de pensar em confrontar as palavras do "ungido" com as palavras do Cristo. "Espiritual" em amaldiçoar os que saíram do seu guetinho religiozinho. Fiel a tradicionalismo da sua "igreja".

Você cristão, que não vai ler a Bíblia, bateu o pé, deu birra e disse ao Espírito Santo: "não adianta insistir, não leio, não leio, não leio!" Já que não vai às Escrituras meditar, não vai pesar os ensinamentos que recebe com as palavras do Cristo. Não vai pensar. Diz que crê na Bíblia, mas a palavra inicial, mediana e final em suas decisões é do seu papa gospel. Apenas para você, que quem determina a "visão" de sua "igreja" são os concílios evangélicos denominados "concentração de fé, conferências de poder, milagres, impacto, etc". Entre o pouco que conhece dos livros sagrados e o muito que conhece das apostilas, jornais e livros de sua religião pagã gospel, vê que há inúmeras contradições grotescas e mesmo assim rejeita a Bíblia em servilismo a ordem do homem pecador e mentiroso. Participe da campanha poderosa: Não quer abrir O livro, Feche a Matraca!

O "propósito é muito forte", fechando sua matraca vai parar de atrapalhar seus amigos e familiares se converterem ao verdadeiro e puro evangelho. Pare de dizer no futebol que "serve" a Deus. Não fale para as colegas na escola que é cristão. Não solte no trabalho nem de brincadeira que é cristão. Pare de mandar imagens em redes sociais com versículos dizendo: "tudo posso naquele que me fortalece", "falei com Jesus hoje e você?", "Sou filho do Rei", "eu curto Jesus", "o Brasil é do Senhor Jesus", "Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos", "Deus é fiel". Arranque hoje o adesivo do carro que diz: "sou dizimista" e "presente do Papai". Quando alguém chorando à sua frente sofrendo de dor, gemendo pela manifestação de algum filho de Deus, não diga que vai lhe apresentar seu super pastor para receber uma superoração. Se não tem condições de ajudar, feche a matraca!

A campanha será de quantos meses forem necessários, para que Deus abençoe a pessoa em ter um encontro com a Palavra de Deus. E não menos importante, não frequente cultos antropocêntricos nesse período (de preferência nunca mais), não participe de reuniões evangélicas individualistas, onde vê-se de tudo, menos o Evangelho puro e simples, onde se fala de tudo, menos do Cristo crucificado e ressurreto!

Bem amigos, gostaria de escrever algo mais lightdiet, gostoso, leve, talvez poético, mas certas coisas que ouço e vejo me dão azia e má digestão, em você não? (em breve, podemos fazer a CAMPANHA DO SAL DE FRUTAS ENO - CONTRA AZIA E HERESIA).

Se alguém se ofendeu com a proposta, provavelmente está no grupo de risco para fechar a matraca, mas, se alegrou e também acredita que a Bíblia continua sendo e sempre será a ABSOLUTA palavra de Deus e que foi reduzida a um mero acessório da última moda gospel com capas teen e comentários "paitriarcas" e apostólicos como produto mercadológico, mande o link da campanha para aquele amigo pinhel que grudou no seu pé igual chulé para te levar à "igreja dele" porque você é um "derrotado" e precisa aprender o caminho para se tornar um "vencedor"... como ele claro [sic].

Ah, como poderia esquecer? Uma campanha tem que ter versículos bíblicos para dar um ar de espiritualidade. A referência bíblica para nossa campanha de poder é: NENHUMA. Já que não vai ler mesmo. Pelo menos assim não fazemos de conta mais uma vez. E antes que alguém pergunte se estou participando da campanha, respondo: a fiz a alguns anos, fiquei um bom tempo calado. Depois que me tornei um "rebelde" ao sistema religioso neopentecostal e suas ramificações noutros lugares de sua (des)teologia (dis)torcida da prosperidade, a minha vida nunca mais foi a mesma. Hoje sou um rebelde e subversivo graças a Deus.

Fale da Campanha da Matraca Fechada a um amigo(a) que está sofrendo de lavagem cerebral nos estágios finais (antes disso não adianta) e não sabe mais o que fazer da vida. Não "quebre a corrente" senão "perde" a benção.

>> © www.uvasroxas.com.br

0 bereianos:

Postar um comentário