quarta-feira, 29 de maio de 2013

A luta contra a Matrix pós-moderna e a tentativa da construção de um mundo onde é proibido proibir

0 bereianos
A LUTA CONTRA A MATRIX PÓS-MODERNA E A TENTATIVA DA CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO ONDE É 'PROIBIDO PROIBIR'

por Juliana Ayres



A liberdade é um pilar da democracia. É como diz John Kerry, secretário de Estado americano: em uma democracia nós temos até o direito de sermos estúpidos se quisermos.

Não é alarmante o fato de um único assunto ter tomado a mídia nacional há meses e que pessoas, sem o menor senso crítico, aceitem passivamente esse encobrimento da poeira suja que ronda o céu da nossa nação e que está sendo colocada debaixo do tapete com os patrões e patroas na sala de estar assistindo tudo.

Me envergonha saber que esta geração está tão apática e vestida de ilusões a ponto de aceitar que a mídia, que NUNCA passou 2 meses falando sobre as indiazinhas que são todos os dias estupradas, sobre tráfico de pessoas que acontece largamente em nosso país, sobre índios que são arrancados brutalmente dos braços de sua terra para construírem condomínios de luxo, sobre a exclusão dos deficientes visuais e cadeirantes, sobre tráfico e exploração de bolivianos no Brasil; sobre crianças que estão perdendo sua inocência diariamente com letras sujas de canções!

Que sociedade de fantoches é essa que quer dizer ao outro o que devemos achar certo ou não?

Quando queremos parar o direito do outro se expressar, já não é democracia.

Um povo que diz que é democrático e, na primeira oportunidade, quer calar quem pensa diferente.

Um povo que fala do Bin Laden, do Fidel, do Mahmoud Ahmadinejad, do Hugo Chávez mas quando com algum poder em mãos, não hesitam em agir de igual modo.

Há quem não goste de se relacionar afetivamente com negros e há também os que preferem os negros; Há quem prefere trabalhar com homens e há os que preferem as mulheres; Há os que preferem adotar bebês brancos e há os que preferem os negros. Na vida fazemos escolhas e elas fazem parte de quem somos e de quem desejamos ser.

Não podemos tratar opiniões e escolhas contrárias às nossas como fobias, a não ser que haja atitudes verbais e físicas violentas.

A fé de cada um faz parte das escolhas, de quem somos. E até quem não tem fé crê em algo. Não podem me arrancar esse direito.

Num governo existem ateus, espíritas, cristãos, entre outros. Cada um governa de acordo com o que se passa em sua fé também; nenhuma escolha é neutra. O deputado Jean Wyllys disse que foram os orixás que colocaram ele lá ( http://www.youtube.com/watch?v=t87BnrSxaQo ). Mas não falam que o estado é laico?

Se um cristão falasse isso viraria chacota. Mas vivemos em uma democracia, certo?!

Cada um deve lutar pelo que acredita. O debate é bom desde que consideremos o direito do outro fazer suas escolhas; quando isso nos é retirado, não é debate.

Hoje a mídia quer nos fazer acreditar que educar nossas crianças com palmadas é algo negativo, podendo acarretar até em prisão dos pais. Hoje também os adolescentes estão fazendo parte da maioria dos assassinatos mais cruéis cometidos no Brasil.

Não se esqueçam que a mídia, rejeitando os valores morais de Deus, já vendeu também o estilo de vida hippie (liberdade, paz, amor, sexo, drogas & rock´n´roll); o resultado disso foi uma geração doente, alcoolizada, drogada, com doenças, cheia de filhos...

Essa Matrix insiste em nos manipular, em execrar os valores cristãos, tentando manipular nossa forma de pensar, agir, comportar... A mídia está vendendo um estilo de vida onde muitos estão se perdendo nessa ilusão: uma vida sem verdade moral e sem valores; é a Matrix pós-moderna, para que você não perceba a verdade.

O CULTO AO EU, UM CÍRCULO VICIOSO

0 bereianos

O CULTO AO EU, UM CÍRCULO VICIOSO
por Juliana Ayres - julianaayres@gmail.com



"Tem um pessoal hoje que acha que o movimento cristão está começando com eles" Ed René Kivitz


Participar da fé cristã é fazer parte de uma experiência comunitária, onde o Corpo de Cristo, que é Sua igreja, é beneficiado como um todo.

Querer defender teses humanas (no que se refere às coisas de Deus), ignorando a bíblia (no que se refere à tê-la como base dessas teses), é um desrespeito ao Pai, Filho e ao que o Espírito Santo falou e "tem falado durante mais de 2 mil anos."

Na verdade o desejo maior desse tipo de 'pessoal' é criar um movimento cristão/uma igreja à sua imagem e semelhança; Aí entra a fórmula:

1 - Uma placa nova
2 - Um modelo novo de congregar
3 - Encontram uma personalidade/guru que encante a todos e que gere expectativas
4 - Bordões e 'gritos de guerra' próprios
5 - Gostam sempre de mostrar com eventos grandiosos os feitos de sua congregação
6 - Soberba espiritual
7 - Doutrinas triunfalistas (um dos principais ensinos da teologia da prosperidade), exibicionistas e soberbas onde é dito:
   
    - Que eles são diferentes das outras igrejas
    - Que receberam uma revelação diferente de Deus para aquela cidade/estado/país
    - Só eles vão crescer
    - Só eles vão vencer
    - Que Deus opera ali diferente das outras igrejas

Alimentar esse tipo de sentimento individualista, narcisista e soberbo, é fazer com que os outros acreditem que Jesus é assim e que beneficia somente o indivíduo e não o corpo.

Podemos profetizar o quanto quisermos, mas enquanto nosso discurso como corpo não estiver alinhado ao nosso viver, tudo é inútil. Uma igreja sem Cristo é inútil.

Não somos nós que temos que ficar mostrando que somos amorosos, nem alardeando os feitos de nossas congregações, o reconhecimento vem do Senhor.

Exibicionismo e triunfalismo soberbo são características de satanás.

O problema não está na instituição-igreja, mas em quem a faz. Podemos inventar milhões de congregações e formas de cultuar, enquanto não houver um arrependimento da parte do corpo de Cristo, seremos cada vez mais divididos e estaremos cada vez mais longe de sermos pequenos cristos.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

EDIR MACEDO ZOMBA DO PRIMEIRO MILAGRE DE JESUS

0 bereianos
Este vídeo é um pequeno exemplo que este senhor não serve ao Deus de Israel.

Para quem ainda tinha dúvidas de que deus ele serve, está aí..... Além de ele zombar de Jesus, se colocou na posição de Cristo, querendo dizer que lá na seita dele os milagres aconteciam.


Um A-B-S-U-R-D-O!

Maranata, Jesus.



sábado, 4 de maio de 2013

'Benny Hinn, um dos principais líderes neopentecostais, pede US$ 2,5 milhões aos fiéis para quitar as dívidas.'

0 bereianos

Realmente é por isso que muitos hoje querem ser pastores, evangelistas, apóstolos etc e tal. É fácil d+.

Eles compram + programas de tv do que podem sustentar, carros, mansões, big apartamentos, carros de luxo, ternos de luxo, e depois querem que o povo pague as contas deles.

É impressionante, desde que me entreguei no altar do Senhor nunca quis ler os livros do Hinn nem o famoso "Bom dia ES". Sabe quando você sente que algo não bate?! Até vi alguns vídeos, mas tinha algo que para mim não casava, hoje entendo o que era.

Ué, se compraram tudo isso o senhor deles tem que suprir, não é assim que eles pregam para o povo???!!!

Se seu pastor fica fazendo contas como essas com a desculpa de que é para o Senhor, falando que Deus vai suprir e depois pede para você ajudar a pagar, leve seus boletos para eles pagarem tbem. Não é boa a idéia?!

A idéia é boa, mas você não tem coragem pq ele é um "ungido" e se você pagar as contas dele vc será duplamente abençoado(a), né?!

** Notaram como ele é parecido com o Mala?