segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Crônica de um casamento

Ontem, no casamento que eu estava, chegou o momento mais esperado pelas mulheres supersticiosas da festa: a hora do buquê.

Muitas mulheres foram e eu não fui. Então uma irmã me perguntou: Você não vai, Ju?
 
Eu respondi: O que é meu está reservado pelo Pai, não preciso disputar.
Foto: Ontem, no casamento que eu estava, na hora do buquê muitas mulheres foram e eu não fui. Então uma irmã me perguntou: Vc ñ vai, Ju?     Eu respondi: O que é meu está reservado pelo Pai, não preciso disputar.
 

0 bereianos:

Postar um comentário