segunda-feira, 23 de julho de 2012

Conteúdo Gratuito | E-books, Video-aula, Audiobook

0 bereianos
Olha que legal, a Editora Fiel está disponibilizando vários materiais gratuitamente. Aproveitem pois essa editora tem compromisso com o Evangelho.

http://www.facebook.com/EditoraFiel

 


 

E-book gratuito: Andando nos Passos de Jesus (Larry McCall) Este livro é uma ajuda e esperança para aqueles que clamam: "Senhor, muda-me! Torna-me cada vez mais semelhante a Jesus".

 

 

 

Vídeo-aula gratuita: Teologia Bíblica com Rev. Augustus Nicodemus. Assista no YouTube três palestras ministradas durante o 1º modulo do Curso Fiel de Liderança.

 

 

 

Audiobook em MP3 gratuito: Quando Pecadores dizem Sim (Dave Harvey) O autor expõe a verdadeira fonte dos problemas da maioria dos casamentos e mostra que é possível superá-los através do poder do Evangelho.

 

Artigos 

Acesse artigos gratuitamente: São centenas de artigos abordando varíos assuntos e escritos por autores como John Piper, John MacArthur, D. A. Carson, R. C. Sproul entre outros.

 

 

 

Baixe a Revista Fé para Hoje gratuitamente: Desde 1999 a Editora Fiel enviou mais de 600 mil cópias da revista Fé para Hoje para o povo de Deus em países de fala portuguesa. Baixe a nova edição em PDF ou ePub. 


Clique aqui e acesse a Área VIP.

 
Editora Fiel | Caixa Postal 1601 | Sao Jose dos Campos | Sao Paulo | 12230-990 | Brazil

Baixe as mensagens em áudio da 10ª Conferência Fiel para Jovens

0 bereianos
  Edição 38
    Julho 2012

Redes Socias da Editora FielYoutubeTwitterFacebook

Missões, o "Sul Global" e o Brasil
James Richard Denham III

 

Muitos de nós já temos ouvido o termo "Sul Global", que tornou-se famoso pelo livro de Philip Jenkins: "A Próxima Cristandade: A Vinda do Cristianismo Global" [Em inglês, The Next Christendon: The Coming of Global Christianity], e estamos bem cientes da mudança que se observa na forma como Deus está levantando uma igreja mais etnicamente diversificada. Desde o berço do Cristianismo no Oriente Próximo à sua gradual propagação na Europa, no Reino Unido e através da América do Norte, mais recentemente estamos testemunhando um crescimento significativo da igreja na África, na Ásia e entre os crentes da América do Sul. Para ler o restante do artigo, clique aqui.


Pensando biblicamente sobre o pretenso "casamento homossexual"
John Piper

 

A mensagem de hoje é construída em torno de oito pontos projetados para dar uma visão bíblica do casamento em relação à homossexualidade, e em relação à Emenda sobre Casamento proposta em Minessota. Eu pedi para lerem Hebreus 13:1-6 não porque darei uma exposição do texto, mas porque quero enfatizar aquela frase do versículo 4: "Digno de honra entre todos seja o matrimônio". É isso que desejo progredir para a glória de Deus e para sua orientação e seu bem. Para ler o restante do post, clique aqui.


Vídeo de 2 minutos: Rev. Heber Campos Júnior pergunta: "Somos seguidores ou formadores de Cultura?" Assista aqui.
 
Editora Fiel | Caixa Postal 1601 | Sao Jose dos Campos | Sao Paul | 12233-300 | Brazil

Luz e sombra de Alexei Bednij

0 bereianos

Luz e sombra de Alexei Bednij

» News / por Zupi

Luz e sombra se complementam em dependência mútua. Talvez por isso as fotografias de Alexei Bednij sejam como um ímã para os olhos: pois contrapõem os dois elementos em um equilíbrio estético.

No portfolio do fotógrafo russo, a sombra é tão importante quanto a luz, e as composições formadas a partir desse balanço são rigorosas a ponto de satisfazer os olhos mais exigentes. É certo que algumas delas contêm manipulações digitais, o que felizmente não compromete a qualidade do trabalho de Bednij – pelo contrário, só acrescenta à sua própria estética. Confira:

 

 

+ Informações

Alexei Bednij

terça-feira, 10 de julho de 2012

Alemã conta como vive sem dinheiro há 16 anos após doar tudo que tinha

0 bereianos

Alemã conta como vive sem dinheiro há 16 anos após doar tudo que tinha

BBC

Você se atreveria a se desfazer de suas posses mais valiosas e enfrentar a vida sem um tostão no bolso?

Foi precisamente isso que a alemã Heidemarie Schwermer fez há 16 anos. Ela disse à BBC que este estilo de vida só lhe trouxe felicidade.

Cansada da vida que levava como professora e psicoterapeuta, e preocupada com a quantidade de pessoas sem-teto que via em seu país, ela decidiu se lançar na aventura de viver sem dinheiro.

Schwermer, de 69 anos, tinha previsto que a experiência se prolongaria por um ano, mas pouco depois de começar, percebeu que não conseguiria voltar atrás.

"Foi uma grande libertação", diz, lembrando como deu de presente tudo o que tinha, incluindo seu apartamento.

"O melhor é a sensação de abertura. Não sei o que acontecerá à noite, nem na manhã do dia seguinte. Não sinto medo, e sim uma grande curiosidade."

No início, Schwermer começou trocando coisas: oferecia seus serviços - desde limpar casas até ajudar as pessoas com problemas pessoais - em troca de teto e comida. Agora ela diz que não se trata exatamente de trocar, mas simplesmente de compartilhar.

"Dou o que quero dar e me dão o que eu preciso", explica. Deste modo, ela supre as necessidades mais básicas. A roupa que veste é dada pelas pessoas com quem convive e os gastos restantes - desde a comida e o transporte - são pagos por seus anfitriões.

O que ela lhes dá é de ordem espiritual. "Não são coisas materiais, e sim a minha presença. Muita gente tem problemas ou está sozinha. Eu os escuto e os ajudo a pensar sobre o que querem fazer com suas vidas."

De conversa em conversa

Na prática funciona mais ou menos assim: Schwermer recebe convites de pessoas de diferentes lugares do mundo que a querem receber e seus anfitriões enviam a passagem para que ela possa chegar lá.

Organizações, instituições e grupos também a convidam a dar palestras e seminários sobre seu modo de vida particular.

Para isso é preciso ter muitos amigos, ou pelo menos muitos convite, mas ela tem todas estas coisas de sobra.

Graças a uma entrevista que deu a uma emissora de rádio anos atrás, o nome da ex-professora tornou-se conhecido na Alemanha. Outras entrevistas na televisão e diversas matérias em jornais e revistas popularizaram ainda mais sua imagem e seu projeto.

O interesse por Schwermer cresceu até se transformar em três livros que ela escreveu - cujos lucros, como era de se esperar, ela doou a organizações de caridade e terceiros - e no documentário Living without money (Vivendo sem dinheiro, em tradução livre), que já foi exibido em 30 países.

Alguns sustentam que ela é um "parasita" e que não lhe falta dinheiro porque vive com o que é dos outros. Muitos moradores de rua também não conseguem se identificar com uma mulher de classe média que não tem nada porque simplesmente não quer.

"É verdade que são os outros que ganham salários para pagar o que eu como, mas eu também trabalho todos os dias. Faço coisas para as pessoas. No mundo ocidental há muitas pessoas que se sentem isoladas, e eu as ajudo com minha presença. Posso ser uma mãe, uma irmã, uma amiga, o que precisarem", defende-se a alemã.

"Quem diz isso é porque vive no velho sistema, mas tudo vai mudar."

E quando chegar a velhice? O que acontecerá quando sua companhia deixe de ser uma ajuda e um consolo para transformar-se em um fardo?

"A velhice? Mas eu já sou muito velha! A verdade é que não penso nessas coisas. Quando o problema se apresentar, a solução também se apresentará", conclui Schwermer, rindo. 

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Eventos | Conferência Fiel - Conheça os preletores (+3 ebooks grátis)

0 bereianos

Conferencia FielBaixe e-books grátisÁguas de Lindoia - SPRio de Janeiro


Editora Fiel | Caixa Postal 1601 | Sao Jose dos Campos | Sao Paulo | 12230-990 | Brazil