terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A moda dos dândis africanos em exposição na Aliança Francesa

A moda dos dândis africanos em exposição na Aliança Francesa

Redação catraca Livre

De 17 janeiro a 23 de março fica em cartaz na Aliança Francesa do Jardins Trianon a mostra "La Sape". A entrada é Catraca livre e a exposição integra a 3ª edição do Circuito de Moda e Arte 

A mostra traz fotos de looks e comportamentos dos africanos modernos, registradas pelo fotógrafo congolês Baudouin Mouanda. Pode-se ver o retrato do cotidiano dos sapeurs, termo usado para denominar membros da Sociedade dos Animadores e Pessoas Elegantes (Sape), um movimento popular formado apenas por homens, que buscam reconhecimento e popularidade exibindo o bem mais valioso em suas vidas: as roupas, geralmente fraques, coletes e ternos.

Os integrantes vêm de diferentes classes sociais, desde os mais ricos que viajaram a Paris e voltaram com o melhor da moda até os mais pobres, que têm nas roupas uma perspectiva de identidade. Esses verdadeiros dândis africanos desfilam há mais de 25 anos, em postura teatral, nas ruas pobres de Brazzaville, capital do Congo, bem como em diversos bairros africanos de Paris, Londres e Bruxelas, com seus trajes com requinte de alfaiataria e cores berrantes.

Nos registros fotográficos de Baudouin Mouanda é possível observar diversos simbolismos que compõem a realidade sócio-cultural partilhada no La Sape. Mouanda investe em close-ups, destaca detalhes e realça o sobressalto das cores para retratar o dinamismo e a autenticidade dos sapeurs congoleses. As roupas são sempre de marcas internacionais e com cortes impecáveis. Para arcar com seus luxos, os sapeurs têm mais de uma jornada de trabalho ou até mesmo pedem peças emprestadas a terceiros.

0 bereianos:

Postar um comentário