quarta-feira, 6 de outubro de 2010

YouTube cria uma forma de censura contra vídeo do Pastor Piragine. Quem pediu?

Muito estranho. Um partido que esconde o arquivo da vida de sua candidata (Dilma) e que não aceita um cidadão emitindo opinião contrária que é censurado. Onde vamos parar com o PT?

Bom, um partido que tem como amiguinhos: Fidelito, Hugo Chaves e Ahmadinejad (presidente do Irã), era de se esperar. Vejam também esse vídeo: PNDH-3 http://www.youtube.com/watch?v=vTPLcep5yfY&feature=player_embedded

Na verdade o PT tá cavando o fracasso da #Dilma e eles nem estão percebendo.
Essa censura só vai dar mais mídia e fazer com q o povo queira ver o vídeo.

PT , é censurando que se espalha. Deveriam ter aprendido nos tempos da ditadura. Afffffffff
----------------------------------------------------------------

Youtube censura vídeo do Pastor Piragine


A revista Veja acaba de anunciar que o  vídeo protagonizado pelo pastor Pascoal Piragine que foi publicado no  YouTube e  que já foi visto, por aproximadamente quatro milhões de pessoas foi censurado. No vídeo ,  o pastor Paschoal Piragine Jr., da Primeira Igreja Batista da Curitiba, expõe os motivos por que os evangélicos, segundo ele, não devem votar no PT— e a descriminação do aborto é uma delas.

Bom, o que acontece é que o Youtube passou a pedir senha ou registro para que o vídeo possa ser acessado.  Veja aqui:


Lê-se a seguinte mensagem: "Segundo a sinalização da comunidade de usuários do YouTube, este vídeo ou grupo pode ter conteúdo impróprio para alguns usuários".

Ué? Censura? O vídeo foi censurado? Por que agora estão pedindo senha? Caro leitor, será que não vivemos em um país livre?  Porventura, a constituição brasileira não concede ao cidadão brasileiro, liberdade de opinião e expressão?

Lamentável isso! Extramamente lamentável. Impor censura a opinião de quem quer que seja é ultrajante e vergonhoso. 

Isto posto, gostaria de lembrar aos censores que AINDA vivemos num país livre.

Pra fim de conversa, trago a memória uma frase emitida por François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire:  "Eu posso até discordar do que você diz,mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo."

Pense nisso!

FONTE: Renato Vargens

YouTube cria uma forma de censura contra pastor evangélico. Quem pediu?

Um vídeo no YouTube foi visto, segundo sei, por mais de quatro milhões de pessoas. O pastor Paschoal Piragine Jr., da Primeira Igreja Batista da Curitiba, expõe os motivos por que os fiéis, segundo ele, não devem votar no PT— e a descriminação do aborto é uma delas. Como sabem, não postei o vídeo aqui porque poderia parecer endosso a tudo o que Piragine diz. E tenho algumas boas divergências. Mas isso agora é irrelevante.
Ocorre que o Youtube passou a pedir senha ou registro para que o vídeo possa ser acessado (aqui) . Lê-se a seguinte mensagem:
"Segundo a sinalização da comunidade de usuários do YouTube, este vídeo ou grupo pode ter conteúdo impróprio para alguns usuários".
Epa! Aí não dá! Impróprio para quem? Especialmente para os petistas, não? Quantos são os vídeos no YouTube que esculacham os tucanos e todos aqueles que o PT considera adversários? Falar mal do partido, agora, deve ser algo escondido, como se o Internauta usasse a Internet para ver pornografia? É uma forma de censura. Não se trata de expor a intimidade de ninguém ou de calúnia. É uma crítica politica, concorde-se ou não com ela.
Há outro arquivo do vídeo aqui. Essa gente vai ter de aprender a viver num país livre!
Por Reinaldo Azevedo

0 bereianos:

Postar um comentário