sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Sérgio Cabral chama adolescente de otário e presidente Lula maltrata menor

Copiei, literalmente o texto pois faço minhas as palavras do Pr. Renato. Ainda vai votar na Dilma? Olha o antecessor dela...

O Kibeloco publicou no dia 07 de agosto um vídeo onde o Governador do Rio de Janeiro chama um menino de 17 anos de otário.

Segundo o advogado Ricardo Gama, que publicou o vídeo na internet, Leandro faz "marcação cerrada" no governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, desde que este teria, segundo o jovem, lhe prometido um notebook que nunca foi entregue. 

Todas as vezes que encontra Cabral, Leandro registra o evento. Dessa vez, não foi diferente: o jovem filmou a visita do governador a um complexo esportivo de sua comunidade na companhia do presidente Lula e, segundo Gama, da candidata Dilma Rousseff, que não aparece no vídeo. O início já é chocante. O menino diz que seu esporte preferido é tênis e pergunta por que não há jogos da modalidade no local. Lula responde que "Tênis é esporte da burguesia, p*%rra!" e, em seguida, sugere que Leandro pratique natação. O jovem então responde: "A gente não pode entrar na piscina!". Antes que Lula esboçasse qualquer reação, Cabral pergunta ao menino – em tom quase debochado, diga-se de passagem – por que a população não poderia entrar na piscina. Leandro, que não é governador, não tinha a resposta. Nesse momento, há um corte no vídeo e Lula aparece falando com pessoas que, aparentemente, são responsáveis pelo complexo.

O presidente, visivelmente preocupado com a imagem, avisa: "O dia que a imprensa vier aí e pegar um final de semana com essa p*%rra fechada, o prejuízo político será infinitamente maior que colocar dois 'guarda' aí. Coloca dois 'guarda' aí. Coloca 'o Bombeiro' para tomar conta e abre isso.". Cabral concorda. Depois, abraçado com o presidente, Leandro reclama que todo dia acorda com o barulho do Caveirão, nome popular do carro blindado usado pelo BOPE em incursões nas favelas. Cabral, ao lado, pergunta: "Caveirão ou traficante na porta, 'malandragem'?". Leandro reafirma o que disse, alega ter vídeos para comprovar e ainda ouve risadas quando fala que na rua onde mora não há tráfico de drogas. No fim, Cabral chama o menino de "otário" e sugere: "Coloca essa inteligência toda para estudar, sacana.". Foi o desfecho ideal para o jovem, além de dizer que vai sempre á escola, corrigir o governador e mostrar que tem nome: "Leandro."

Caro leitor, ao ver o vídeo em questão fui tomado por uma profunda indignação. Confesso que fiquei tremendamente angustiado com o modo desrespeitoso que o governador Sérgio Cabral se dirigiu ao menino. Ora, chamar um garoto de 17 anos de otário além de se dirigir a ele denominando-o de sacana é uma verdadeira vergonha! Se não bastasse isso, o presidente da república, autoridade máxima da nação, desdenha do menino, dizendo que tênis é esporte para burguês e  que em vez disso ele deveria  praticar natação.
 
Sinceramente estou cansado desta politicagem nojenta. Estou cansado de tanto desrespeito, te tanta bandalheira, de tanta sacanagem.
 
Que Deus tenha misericórdia do nosso país.
 
Renato Vargens

0 bereianos:

Postar um comentário