sexta-feira, 14 de maio de 2010

"Deus Pai" gerou à "Deus Filho"



"Deus Pai" gerou à "Deus Filho"

No dia do nascimento de um filho nasce também um pai, é como "nascer denovo". É certo que a completude de um filho está em tornar-se pai, com efeito, a paternidade é possível porque houve a geração de um filho.

 

Quando "Deus Pai" gerou à "Deus Filho" ( Jesus Cristo) tornou completamente possível sua Paternidade ( à todos). É sempre assim, quando um Filho é gerado nasce um Pai. Para que a Paternidade Divina reinvidique seu nome, antes, é necessário que o Filho seja gerado dentro de cada um de nós, por conseguinte tornamo-nos filhos ( por adoção), é nascer denovo!

 

A verdade é sempre a mesma, "o Filho é completo em ser Pai, e a Paternidade só é possível porque houve a geração de um Filho, ou de filhos", por isso Jesus disse: ( Jo 10: 30) "Eu e o Pai somos um". ( 1 Jo 1: 3) "...e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo."

 

Oh maravilhosa Glória!

Pr. André Cardoso

0 bereianos:

Postar um comentário