sábado, 24 de abril de 2010

Robinho, Neymar, Ganso e Brum visitam instituição espírita

EVANGÉLICOS & ESPÍRITAS

Robinho, Neymar, Ganso e Brum visitam instituição espírita

Alegando motivos religiosos jogadores se recusaram a entrar Lar Espírita em primeira visita, o que gerou grande polêmica em toda imprensa

Por Carlos Lima
Robinho, Neymar,  Ganso e Brum visitam instituição espírita A polêmica envolvendo o grupo de jogadores do Santos que se recusou a entrar no Lar Mensageiros da Luz, instituição que cuida de crianças, adolescentes e adultos, portadores de paralisia cerebral e outras deficiências, no dia 1 de abril, teve mais um capítulo nesta segunda-feira.

Mas, ao contrário do que aconteceu naquela oportunidade, quando apenas 11 jogadores visitaram a entidade, alguns dos atletas que não estiveram presentes à ação, que consistia na entrega de 600 ovos de Páscoa, casos de Robinho, Neymar, Paulo Henrique e Roberto Brum, conheceram a casa. O volante Brum ainda ligou para a escola de seus filhos, e pediu liberação, para que pudessem fazer a visita ao seu lado. Tudo isso sem a presença da imprensa.

O primeiro a chegar à entidade foi Robinho, logo após o treino da manhã desta segunda, no CT Rei Pelé. Em seguida, Neymar e Ganso estiveram por lá, fazendo a alegria, em especial, das crianças. Por fim, Brum, que levou a sua família (filhos e esposa) preparou uma surpresa para os 34 internos do local, ao presentear cada um com uma réplica em miniatura da Baleinha (mascote alvinegro).

Fora isso, outras ações estão previstas para ajudar o Lar Mensageiros da Luz. O 'Rei das Pedaladas' irá doar a camisa de seu 200 jogo pelo Santos, na vitória sobre o São Caetano, por 3 a 1, no Anacleto Campanella, no dia 4 de abril, para a casa. A quantia adquirida será toda revertida para a instituição.

O presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, comunicou, na semana passada, que os jogadores decidiram doar a camisa utilizada na primeira semifinal do Campeonato Paulista ao lar espírita.

De acordo com a assessoria do time da Vila Belmiro, os jogadores foram à entidade por vontade própria, provavelmente para apagar a má impressão que ficou após a recusa inicial de entrar no local.

Com informações do Estadão/ Abril/ Futnet / futebolinterior

0 bereianos:

Postar um comentário