segunda-feira, 19 de abril de 2010

Padre confirma homosexualidade e diz que bispo era conhecido como "Vera Fisher"

Padre confirma homosexualidade e diz que bispo era conhecido como "Vera Fisher"

As denúncias de pedofilia envolvendo padres e monsenhores de Arapiraca (AL) apontam para a existência de uma rede de abuso sexual ampla e que não envolveria apenas assédio a coroinhas. Ameaças de morte, bebidas, orgias e dinheiro compõem um dos maiores esquemas envolvendo religiosos já descoberto no país. Relatos de pais apontam que nem mesmo as crianças em confessionários escapam.

Por Carlos Lima
18/04/2010 20:14h
Padre confirma  homosexualidade e diz que bispo era conhecido como Uma revelação trouxe espanto às pessoas que participam dos depoimentos da CPI da Pedofilia em Arapiraca. O primeiro padre que foi ouvido, Edilson Duarte, com mais de dez anos de batina, confirmou o homossexualismo e disse que fez sexo com pelo menos três menores. CPI oferece a ele delação premiada.

Depois de começar seu depoimento negando as acusações, o Padre Edilson foi pressionado pelos senadores e posto de frente aos ex-coroinhas Cicero Flavio Duarte e Fabiano Vieira, em um processo de acareação e acabou não resistindo.

“Eu não posso mentir, sou mesmo homossexual e fiz sexo com o Flavio e com o Fabiano quando os dois tinham 16 anos de idade”, disse o padre para espanto da platéia, inclusive de dois irmãos seus, que são militares e que imediatamente se retiraram do local ao ouvir a revelação.

Depois deste momento o padre Edilson não parou mais de falar e confirmou a casa na Barra de São Miguel, que era mantida pelos padres para orgias e encontros sexuais, e que o bispo Dom Valério era chamado de Vera Fischer, o Monsenhor Luiz Marques de Simone e o Monsenhor Raimundo de Mônica.

Ele confirmou ainda que uma das vezes que fez sexo com Fabiano foi dentro da Concatedral de Arapiraca e que já os presenteou com dinheiro de doações de fiéis.

Ele falou ainda, que a história de que uma criança desapareceu em Feira Grande foi inventada por ele para assustar os meninos, mas os senadores não se convenceram e pediram para ele parar de mentir, disseram que se ele contasse toda a verdade teria direito a delação premiada.

O Padre Edilson, que minutos antes tinha confessado também que teria feito sexo com o adolescente ouvido ontem, disse que gostaria de conversar com sua advogada e a reunião da CPI foi provisoriamente suspensa.

Com informações de Cada Minuto / Mídia News

0 bereianos:

Postar um comentário