sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Corrompido pela imoralidade

28/01/2009 - 12:26 por Redação

Corrompido pela imoralidade

Líder evangélico Ted Haggard sofre novas acusações sexuais nos EUA.

Um jovem que freqüenta a Igreja Nova Vida afirma que o então pastor Ted Haggard se comportou com insinuações sexuais diante dele, em um quarto de hotel, em 2006, além de mandar explícitas mensagens de texto.

Sua secreta relação com Haggard, diz o jovem, foi seguida de isolamento, problemas envolvendo bebidas, drogas e até mesmo tentativas de suicídio. Essas últimas acusações contra Haggard, que já foi um proeminente líder evangélico nos EUA, foram transmitidas na noite de segunda-feira no KRDO – TV, em Colorado Springs, em uma entrevista com o jovem, agora com 25 anos.

Em uma declaração anterior, na própria segunda-feira, Haggard se desculpou pela relação inapropriada que manteve com o jovem, mas alegou que jamais tiveram algum contato físico.

A relação que recentemente veio ao conhecimento do público adicionou mais um capítulo na dramática queda de Haggard, já que em novembro de 2006 um garoto de programa de Denver acusou Haggard de ter recebido dinheiro para se relacionar com ele. Haggard confessou a imoralidade cometida e deixou a presidência da Associação Evangélica Nacional, bem como a função de pastor da Igreja Nova Vida.

A última revelação feita envolveu Grant Haas, que informou à emissora de TV que conheceu Haggard em 2005, quando tinha 22 anos. Ele disse ter contado a Haggard que havia sido expulso do Instituto Bíblico Moody, em Chicago, por "lutar contra a homossexualidade".

"Naquele momento, parecia que a forma como ele olhava para mim havia mudado completamente", disse ele à KRDO. Contatado por uma mensagem de texto naquela segunda-feira, Haas concordou em ser identificado pela associação de imprensa. Além disso, Haggard também o identificou em seu discurso.

"Eu pensei: 'isso só pode ser de Deus'", disse Haas, indicando seu desejo de se tornar pastor. "Por que esse grande homem, grande líder evangélico teria tanto interesse em mim?"

Haas informou à KRDO que certa noite, no Cripple Creek, um cassino a oeste de Colorado Springs, Haggard perguntou "se nós seríamos bonzinhos ou maus naquele encontro". Ele disse a Haggard que desejaria ser apenas seu amigo e um pastor – mas Haggard começou a se masturbar na frente dele.

(Fonte: AOL news)

0 bereianos:

Postar um comentário