terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Detenções de Cristãos na Eritreia são “perturbadoras”, diz CSW

0 bereianos

Detenções de Cristãos na Eritreia são "perturbadoras", diz CSW

Por Renato Cavallera em segunda-feira, 22 dezembro 2008
Tags: , ,
Detenções de Cristãos na Eritreia são

A detenção de mais de cem cristãos – homens, mulheres e crianças – na Eritreia é "profundamente perturbadora", diz um grupo que trabalha no apoio à Igreja perseguida.

A Solidariedade Cristã Mundial (CSW, sigla em Inglês) está a apelar à comunidade internacional para pressionar a Eritreia a cumprir com as suas obrigações internacionais e constitucionais sobre os direitos humanos.

Segundo o grupo, uma campanha de detenções em massa foi iniciada no final de Novembro em várias cidades antes de chegar à capital, Asmara, em 12 de Dezembro. Cristãos de todas as denominações foram afectados pelas detenções.

Fontes locais revelaram à CSW que os detidos Cristãos estavam a ser transferidos para uma instalação militar, onde sofreram alegadamente abusos físicos. Especula-se que alguns tenham morrido em consequência dos ferimentos, após ter sido negado o acesso a tratamento médico.

A Directora de Protecção da CSW, Tina Lambert, declarou: "O prosseguimento das detenções em massa é profundamente inquietante. Estamos particularmente preocupados com relatórios que indicam que alguns presos podem ainda ter morrido por ferimentos infligidos durante os maus-tratos. Os nossos pensamentos e orações estão com aqueles que se encontram agora possivelmente amargurados, com os amigos e com os familiares.

"Apelamos aos mais influentes membros da comunidade internacional para relembrar o governo Eritreu das suas obrigações internacionais e constitucionais no que respeita à liberdade religiosa e tratamento indulgente dos prisioneiros, e para instar o regime a conceder livre correspondência com os familiares próximos, acesso a tratamento médico e a representação jurídica."

Uma delegação chefiada por um administrador da Igreja Ortodoxa Eritreia, imposto pelo governo, Yoftahe Dimetros, não conseguiu uma audiência em Itália com representantes da Igreja Católica, e foi-lhe negado o acesso à igreja Ortodoxa Eritreia de Milão, Kidist Mariam, numa recente visita à Europa. A igreja de Milão afirmou que a delegação não representava a Igreja Ortodoxa da Eritreia.

Fonte: Christian Today e Gospel+

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Insistindo no erro - Jovem morre após rejeitar transfusão de sangue. Ele era testemunha de Jeová, mas e dai?!

0 bereianos

Insistindo no erro - Jovem morre após rejeitar transfusão de sangue. Ele era testemunha de Jeová, mas e dai?!

Baixe o vídeo testemunhas de Jeová e o Sangue - http://www.noticiasdoevangelho.xpg.com.br/videos/As_TJ_e_o_sangue_01.wmv

Testemunhas de Jeová - A religião que não oferece o céu - http://www.noticiasdoevangelho.xpg.com.br/estudos/TJ-A_religiao_que_nao_oferece_o_ceu.wma


As testemunhas de Jeová e a refeição noturna - http://www.noticiasdoevangelho.xpg.com.br/estudos/As_TJ_e_a_ceia.wma


A divindade de Jesus e as testemunhas de Jeová - http://www.noticiasdoevangelho.xpg.com.br/estudos/TJ-A_Divindade_de_Jesus.wma

Crescendo Na fé 03/02/08 - http://www.noticiasdoevangelho.xpg.com.br/crescendonafe/Crescendo_na_fe_030208.wma


Crescendo Na fé 05/02/08 esclarecimentos sobre as TJ parte 01 - http://www.noticiasdoevangelho.xpg.com.br/crescendonafe/Crescendo_na_050208-esclarecimentos_sobre_as_TJ-parte1.wma


Crescendo Na fé 05/02/08 esclarecimentos sobre as TJ parte 02 - http://www.noticiasdoevangelho.xpg.com.br/crescendonafe/Crescendo_na_050208-esclarecimentos_sobre_as_TJ-parte2.wma



Amplie as fotos abaixo para ler as notícias.






No caso abaixo o juiz, a transfusão foi efetuada, depois de muita confusão, mas foi...
Infelismente isso não aconteceu no primeiro caso mostrado acima... Um pouco de sensatez não faz mal...

Não deixe de baixar as mensagens e repassar caso conheça alguma testemunha de Jeová. Um pouco de sensatez no meio cristão também não faz mal a ninguém, alias, é DEVER de todos os cristãos verdadeiros evangelizar. Ou será que você nunca recebeu a visita de uma testemunha de Jeová?

Caso tenha dúvida sobre as testemunhas ou queira mais exclarecimento, estou pronto a responder, entre em contato unicamente pelo e-mail - mensagens01@gmail.com

 

Evangelismo Na Balada!

0 bereianos
Evangelismo realizado no dia 10/10/08, na rua xv em Santos, de
madrugada !!!

CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR:

http://br.youtube.com/watch?v=fEijbGS1ncQ

Você vai perder o Natal? Billy Graham

0 bereianos

Jornal UDL


“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (João 1.14)

Desejamos a todos um Feliz Natal com as imensuráveis bênçãos de Cristo e um 2009 repleto de renovações, saúde, paz e alegria.

Deus abençoe!


Carlos Garcia Costa, pr.
 


Você vai perder o Natal? 
Billy Graham

Deus pode estar permitindo essas tempestades em nossas vidas para tirar os galhos mortos e ressecados de forma a novos brotos florescerem em seu lugar. 

Neste Natal, eu gostaria de falar sobre um homem que estava tão envolvido em seus próprios problemas, que perdeu a oportunidade de participar de um dos maiores eventos de todos os tempos. Ele, praticamente, perdeu o Natal.

A Bíblia não diz o nome desse homem, mas podemos ler sua história em Lucas 2.7. Esse versículo nos diz mais do que o suficiente sobre o dono da estalagem, o homem que perdeu o Natal:

"... e ela (Maria) deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria." 

Aquele que trouxe o Natal, Aquele que nos deu o Natal, Aquele que é propriamente o Natal, não achou um lugar para nascer, não havia lugar para eles na hospedaria...

[ clique aqui para ler o restante do texto... ]
 

Porque celebramos o Natal
F. Solano Portela

Não encontramos na Bíblia a menção do termo NATAL, nem indicações de que os Cristãos primitivos celebravam o aniversário do nascimento de Jesus. Entretanto, quase que a totalidade do mundo Cristão comemora esta data no dia 25 de dezembro.

Porque esta comemoração? É lícito celebrarmos uma festa que não é explicitamente citada na Bíblia?...

[ clique aqui para ler o restante do texto... ]

 


Nota bene: Se você desejar compartilhar os escritos deste site com outros, por favor ofereça-os livremente: livres de mudanças, livres de custos e livres de direitos autorais. Aquilo que foi recebido de graça seja dado de graça! (Mateus 10.8/Atos 8.18,20)
 
Missão Icthus / Urro do Leão

site: www.urrodoleao.com.br 
contato: jornal@urrodoleao.com.br
 
Caso queira cancelar o recebimento deste informativo basta nos comunicar ou responda esta mensagem com o assunto "cancelar".

A SAUDADE INDIZÍVEL

0 bereianos
A SAUDADE INDIZÍVEL
por Juliana Ayres

Amizade1.jpg


Amiga,
 
Chorei ontem a sua ausência, era a saudade batendo, querendo vir à tona
Ela bateu, doeu e quis sair, dar à luz
Ah, já tinha me esquecido como sentir saudade é ruim
Mas ao mesmo tempo bom porque sabemos como Deus nos dá amizades preciosas
E como não queremos ficar longe um segundo
É como se eu sentisse saudade de mim
Porque você sou eu, porque você faz parte de uma parte do meu EU
Mas me encontrei numa tarde de sábado pela Sé
Eu sabia que era eu, quase o mais profundo do meu EU, se um dos meus "eus", que é você, não estivesse longe
 
Tenho outros "eus" que encontro pelo caminho que Deus traçou pra mim
O "eu" é tudo o que faz parte do meu EU
Ou seja, tudo o que sou EU
Que já faz tudo o que está em mim
O MIM sem o EU não há
E o EU sem o MIM já era
 
Você faz parte do meu EU mais amado, da família, da amizade fiel, da sinceridade, da irmã, do ombro amigo, da exortação, do puxão de orelha
 
Àh, pena que não é todo dia que encontramos jóias assim
Jóias de amizade, raridade
É pena que tão poucos são sorteados assim, na poderosa mão de Deus
 
Vi uma frase que me lembrou você e mamãe, minha mãe
"A ausência de defeitos é uma coisa rara e bela"
São poucas as pessoas que admiro na terra
E vocês são duas delas
Duas pessoas que controem uma parte da parte do meu EU
 
É bom conviver com quem tem mais qualidades que defeitos
As dores ficam menos doídas
 
Amiga,
 
A saudade que sinto agora é algo indizível, infalível, incorruptível, irreversível, intransferível, intangível, intocável
 
Enfim, saudades.

Escrito no dia 28.12.08, para minha irmã-amiga-irmã-em-cristo q está longe mas que mora perto. :o) Saudades, amiga.

Mergulhando na Palavra - Intensivão de férias

0 bereianos
<http://www.emailbrain.com/sendlink.asp?HitID=1230309751000&StID=24422&SID=1&NID=407216&EmID=43711977&Link=aHR0cDovL3d3dy5tZXJndWxoYW5kb25hcGFsYXZyYS5jb20uYnI%3D>

Caso não consiga visualizar esta newsletter, clique aqui
<http://www.emailbrain.com/sendlink.asp?HitID=1230309751000&StID=24422&SID=1&NID=407216&EmID=43711977&Link=aHR0cDovL3d3dy5lbWFpbGJyYWluLmNvbS9lYl9tZW1iZXJzLzI0NDIyL2Z0cC8wODEyMjBfbmV3c2xldHRlcl9tZXJndWxoYW5kby5qcGc%3D>

Obama escolhe Rick Warren

0 bereianos

Obama escolhe Rick Warren para a invocação da benção de Deus na sua tomada de posse como Presidente dos EUA

 

Barack Obama escolheu Rick Warren, pastor da mega-igreja em Saddleback e autor do best-seller “Uma Vida Com Propósitos” para a invocação na cerimónia de tomada de posse do novo presidente dos EUA. Este facto constitui uma espécie de passagem de testemunho de Billy Graham para Rick Warren, como ministro do Evangelho preeminente da nação Americana, e reflecte a mudança geracional no movimento Cristão. Aretha Franklin, cantora norte-americana de gospel, soul e R&B, ícone da música negra, foi convidada para cantar na cerimónia.

O programa para a cerimónia de tomada de posse do novo presidente em 20 de Janeiro próximo, foi anunciado quarta-feira pelo Comité da Junta do Congresso para Celebrações Inaugurais. Os programas das tomadas de posse seguem um modelo tradicional mas também permitem que o presidente eleito coloque o seu cunho nos procedimentos e dê o tom à sua administração.

A escolha de Rick Warren é um ramo de oliveira para os cristãos em geral. Warren é um claro opositor ao aborto e a casamentos entre pessoas do mesmo sexo. A sua escolha já levantou uma onda de críticas por parte de grupos de direitos de homossexuais. Warren também tem sido um dos líderes Cristãos que mais tem expandido a sua agenda no combate a problemas globais como a pobreza, a SIDA e o genocídio no Darfur.

Obama pediu ao Dr. Joseph E. Lowery, co-fundador, juntamente com o Dr. Martin Luther King, da Conferência Cristã do Sul, para participar na invocação da bênção.

Fonte: New York Times

__._,_.___
_._,___

Fala Pastor - Gerando filhos espirituais

0 bereianos

 
GERANDO FILHOS ESPIRITUAIS
 
Uma das sensações mais agradáveis a um líder é a certeza de formar um corpo com sua congregação. Não importando a procedência de cada membro, o melhor é saber que somos “um”, que somos um corpo, que somos uma família. De fato, o conceito divino de Igreja nunca esteve associado a edifícios, programações, métodos ou organizações (que são, antes, necessidades humanas), mas ao conceito de família. A Igreja é um organismo vivo, uma família, originária dos relacionamentos entre pessoas que, por sua vez, relacionaram-se previamente com Deus por meio de Jesus. E o projeto de Deus para a Igreja é que essas famílias se reproduzam ao longo das gerações.

Deus olha para a humanidade pela perspectiva genealógica. Seu plano espiritual inclui a reprodução contínua da família, manifesta especialmente na geração de “filhos espirituais”. E se não dermos continuidade ao que está sendo feito, corremos o risco de presenciar a morte dos projetos de Deus no nosso meio. Quando não produzimos filhos, nossa posteridade espiritual é atrofiada, nosso legado é dissipado: tornamo-nos apenas um vento que passou numa geração, abortando a geração seguinte.

Um dos segredos do sucesso da Igreja primitiva está justamente na geração de filhos, expressa particularmente no texto bíblico em 1Cor. 4:15-17:

Porque, ainda que tivésseis milhares de preceptores em Cristo, não teríeis, contudo, muitos pais; pois eu, pelo evangelho, vos gerei em Cristo Jesus. Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores. Por esta causa, vos mandei Timóteo, que é meu filho amado e fiel no Senhor, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo Jesus, como, por toda parte, ensino em cada igreja.

Nesse trecho, o apóstolo Paulo, na condição de pai da Igreja de Corinto (visto que a gerou no Evangelho), envia Timóteo para ministrar aos fiéis, como se ele próprio os tivesse ministrando. Timóteo, que fora treinado, ensinado e discipulado por ele, acompanhando-o em viagens e recebendo da mesma unção, como filho de primeira geração, poderia ministrar em seu lugar como se ele mesmo estivesse ministrando. Observe que (no verso 17) Paulo não diz, “Por meio de Timóteo, vocês se lembrarão dos caminhos de Deus, ou dos caminhos de Jesus”, mas, “[Ele] vos lembrará os meus caminhos em Cristo Jesus”. O que Paulo quer dizer é que ele é um referencial, um modelo para a Igreja, que os fiéis devem viver do mesmo modo que ele, pois essa é a vontade de Deus. Foi por isso que a Igreja primitiva expandiu na terra.

A comprovação da perspectiva genealógica de Paulo é vista em 2Timóteo 2:2, quando diz a esse discípulo: “E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros”. Paulo está orientando Timóteo a que, ao ouvir os testemunhos sobre ele, transmita-os a outras pessoas (que formarão uma segunda geração) e que essas pessoas sejam capazes de, da mesma maneira, transmiti-los a outras (que formarão a terceira geração e assim sucessivamente). E, à medida que Timóteo transmite os ensinamentos de Paulo a outros, e esses por sua vez, os passam aos seguintes, Paulo (pai de Timóteo) torna-se, avô, bisavô e tataravô de muitas gerações.

O mesmo deve acontecer conosco: Deus nos chamou a gerar uma linhagem espiritual e essa é também uma promessa para cada cristão. Deus deseja que nos tornemos pais espirituais e que, depois de nós, nossos filhos gerem outros filhos, perpetuando a família. Essa é a nossa herança e que deverá ser apresentada no céu, quando estivermos diante de Cristo. No “Dia do Senhor”, o fruto do nosso ventre é que será ofertado: “Herança do SENHOR são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão” (Salmo 127:3).

Não é fácil gerar filhos. Como a geração de filhos faz parte da mentalidade de um novo tempo, do despertar para a necessidade de paternidade da parte de Deus na terra, essencialmente, a geração de filhos é parte de um período de transição e todas as transições são muito difíceis. Quando Deus faz algo novo e somos obrigados a entrar em territórios desconhecidos, sentimo-nos desorientados, desgastados e pressionados e entramos em conflito muito facilmente.

Uma das primeiras dificuldades que enfrentamos é o fato de que a paternidade exige muito de nós. A chegada de um filho transforma completamente as nossas vidas, não apenas inserindo-nos em uma nova rotina, mas mudando o enfoque das nossas prioridades. Aquele que deseja gerar filhos deve pensar menos em si mesmo e concentrar-se no que Deus está realizando por meio de sua vida. É necessário pensar como Paulo, em 1Cor. 10:33: “assim como também eu procuro, em tudo, ser agradável a todos, não buscando o meu próprio interesse, mas o de muitos”; ter a atitude de desprendimento de Abraão, ao despedir-se de Ló, colocando-se em segundo plano para que a segunda geração tivesse a primazia (leia Gen. 13); e a abnegação do próprio Jesus que, “sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza vós vos tornásseis ricos” (2Cor. 8:9).

Há também que se superar dois sentimentos antagônicos: por um lado, a tristeza pela possibilidade de incompreensão por parte dos filhos (uma vez que, ao crescerem, eles geralmente se rebelam, os pais passam de heróis a retrógrados e existe sempre muita ingratidão); e, por outro lado, o ciúme que se possa nutrir intimamente por eles. No caso ministerial, esse problema é tão sério, que pode levar um líder não apenas ao sentimento de posse com relação aos membros (julgando-os seu rebanho em vez de rebanho do Senhor [leia 1Pedro 5:2]), como incorrerem em situações de competitividade com outros líderes, tão prejudicial à vida espiritual e à Igreja como corpo.

E, por fim, há que se vencer o próprio medo de envelhecer. Se gerar filhos significa tornar-se patriarca de gerações (ou seja, não apenas pai, mas avô, bisavô, e assim por diante), o que fatalmente implica em envelhecimento, há que se ter em mente o Salmo 92:14, que nos assegura que “Na velhice [os que geram] darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor”.

De fato, para gerar filhos é preciso seguir o exemplo de Elias. Elias foi um profeta muito ungido e que, ao transferir a sua unção para Eliseu, forjou as gerações vindouras dos filhos de Israel. As instâncias dos feitos de Elias são conhecidas: seu destemor ao desafiar o Rei Acabe e os caminhos tortuosos da nação israelense (1Reis 18:17-18), sua fé ao orar para que não chovesse sobre a terra por três anos e meio (lembrado pelo apóstolo Tiago, em Tg 5:17), o que realmente aconteceu; e são conhecidas também as suas falhas: por exemplo, por preferir andar sozinho a maior parte do tempo, Elias incorreu em situações de julgamentos errôneos e sentiu-se desencorajado, tornando-se propenso a ciladas do inimigo (leia 1Reis 19:3-4). Aquele que se isola sempre se torna um alvo fácil.

No entanto, ao transferir a capa a Eliseu, ao mesmo tempo que Elias lhe confere (e assim à geração seguinte) uma porção dobrada de sua unção, continua em sua posição de honra, pois, aquele que é enviado não é maior do aquele que o envia. Embora Eliseu tenha realizado o dobro das obras de Elias, Elias permaneceu como o profeta maior.

E o mesmo pode ocorrer conosco: se confiarmos os assuntos de Deus às gerações que nos precedem e as treinarmos a depender somente Dele (jamais de nós mesmos!), ao mesmo tempo que os veremos cheios de poder e realizando obras até mesmo maiores, perceberemos o nosso próprio crescimento. Quanto mais damos, mais recebemos de Deus. Quanto mais unção se transfere, mais o nosso vaso se enche. E, porque geramos, veremos o nosso próprio ministério triunfar em vitória.

Deus o abençoe,

Ap. Rina.
 

Receba também o Fala Pastor diariamente em seu celular.
Envie a palavra "falapastor"para 49820 receba palavra que irão te edificar.
Serviço disponível para operadora Tim, Claro, Vivo, Oi e Brasil telecom.
Custo da mensagem recebida: R$ 0,31 + impostos.
Duvidas envie gratuitamente a palavra "info + sua duvida" para 49820.

Igreja Evangélica Bola de Neve
Rua Turiassu, 734 Perdizes / São Paulo – SP
Cultos: Domingo 10h, 16h (tradução em Libras) e 19h / Quinta-feira 20h e Sábado 20h
Para saber os horários de cultos na sua cidade acesse o site:
www.boladeneve.com

"Marley e Eu" bate recorde de Natal - quero verrrrrrrr

0 bereianos
28/12/2008 - 17h08

"Marley e Eu" bate recorde de Natal

Da Redação *
A comédia dramática "Marley & Eu", com Jennifer Aniston e Owen Wilson; o drama "O Curioso Caso de Banjamin Button, com Brad Pitt e Cate Blanchett, e a comédia de aventura "Um faz de Conta Que Acontece", com Adam Sandler, estabeleceram um novo recorde para o Natal. A marca anterior pertencia a "Ali" (2001), com Will Smith, que arrecadou US$ 10,216 milhões, segundo o site Box Office Mojo.

Divulgação
O triângulo amoroso de "Marley & Eu", com Owen Wilson, Jennifer Aniston e um dos 22 labradores usados no filme
VEJA FOTOS DE "MARLEY & EU"
ASSISTA AO TRAILER DO FILME
LEIA CRÍTICA DA REUTERS
LEIA RESENHA DE UOL CRIANÇAS


Só no dia 25, "Marley & Eu" arrecadou US$ 14,6 milhões e assumiu o posto de principal recordista da data. "O Curioso Caso de Benjamim Button" ficou em segundo lugar, com US$ 11,800 milhões. E "Um faz de Conta Que Acontece" ficou em terceiro, com US$ 10,325 milhões.

Bilheterias americanas


"Marley e Eu" também ficou em primeiro lugar no fim de semana estendido do Natal, de quinta (25) a domingo (28). Nos três primeiros dias em cartaz, teve arrecadação total de US$ 37 milhões. E nos quatro dias a estimativa chega a US$ 51,70 milhões.

  • Veja a página do TOP 10 EUA

    * (Com agências internacionais)
  • sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

    DEMONSTRAÇAO DO QUE É ARREGAÇAR AS MANGAS.

    0 bereianos
    VALE A PENA VER.

    COFRE ECONOMICO ahahahhaha

    0 bereianos

    quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

    LETRAS CAINDO

    0 bereianos

    Letras Caindo

    Falling Letters
    Fotografia | Photograph
    38x50cm | 14,9 x 19,6”
    2005

    segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

    Fala Pastor - Raquel, edificadora da casa de Israel

    0 bereianos
     
    RAQUEL, EDIFICADORA DA CASA DE ISRAEL
     
    É comum termos a impressão de que a história é escrita por pessoas extremamente especiais. Convencemo-nos de que Deus somente inclui em seus projetos os fortes, capacitados, habilidosos, perfeitos, os aclamados como heróis. No entanto, pego-me, por vezes, imaginando como é para Deus ter de contar conosco. Já me perguntei como é para Deus ter de contar comigo, ter de contar com os seres humanos, que Ele sabe serem imperfeitos, sendo Ele próprio santo, perfeito. Fico imaginando o tamanho da paciência de Deus, dependendo de pessoas, quando elas são tão falhas. Deus, perfeito, olhando para nós e dizendo: “É, terá de ser com ele mesmo!”. No nosso caso, somos diferentes. Eu mesmo olho para situações da minha vida, para coisas que vivi, coisas da minha história e que, se fosse Deus, diria: “Você, suba: acabou o seu tempo na terra.” Mas, Deus não é assim. Deus olha para as pessoas (que são volúveis, indecisas, inconstantes, orgulhosas, incrédulas, interesseiras, egoístas, resistentes, desapontam-se com facilidade, desistem com rapidez e são até mesmo irreverentes) e sempre acha que pode contar com elas. Deus não desiste! Ele é paciente, ponderado, compassivo, bondoso, misericordioso, perdoador - graças a Deus!

    De fato, muitos capítulos da história foram escritos por pessoas comuns, que não possuíam nada de heróico em seu perfil. Essas pessoas eram parecidas conosco. Eram pessoas que enfrentavam seus fantasmas, administravam suas crises, sofriam com a sua condição, deparavam-se, dia após dia, com as suas fragilidades, seus conflitos emocionais e suas debilidades sociais: gente de carne e osso, como eu ou você. Essas pessoas também tinham contas a pagar, precisavam trabalhar, tinham problemas financeiros e tinham uma família (daí não é necessário dizer mais nada); e, se as denominamos “heroínas” porque diziam, “Venho em nome do Senhor”, também, sabemos que outros de seus comentários incluíam, “Senhor, mata-me e recebe logo o meu espírito!”. Talvez, o que as diferencie seja o fato de que creram em seu chamado, apegaram-se às promessas, cumpriram seus propósito na terra, apesar de si mesmas. Essas pessoas reconheceram os seus limites  muitas vezes a duras penas, caindo e levantando, batalhando e lutando , mas, porque creram em Deus, fizeram aquilo que era necessário para cumprir os Seus desígnios para suas vidas; tal como aconteceu com a personagem de hoje, de que trata o capítulo quarto do Livro de Rute. No versículo 11 desse capítulo, lemos o seguinte:

    E todo o povo que estava na porta, e os anciãos, disseram: Somos testemunhas; o SENHOR faça a esta mulher, que entra na tua casa, como a Raquel e como a Lia, que ambas edificaram a casa de Israel;

    A passagem trata da ocasião em que Boaz, tendo a intenção de se casar com Rute, consulta os anciãos da cidade (para que lhe dêem a sua aprovação) e eles se demonstram favoráveis, abençoando o seu casamento e desejando que Rute lhe seja como esposa o mesmo que Raquel havia sido a Israel, “uma edificadora de sua casa”. Ao lermos essa passagem, de Raquel sendo lembrada como alguém que “edificou a casa de Israel”, tendemos a crer que Raquel era uma mulher “super-poderosa”. Mas, veremos que não é esse o caso; que Raquel era uma moça como qualquer outra, cuja vida se tornou extraordinária apenas por permitir que Deus a “usasse” com poder.

    A história de Raquel tem início com a história dos “patriarcas da fé”, que é mais ou menos a seguinte: Deus escolhe um homem no desejo de criar um povo para Si. O nome desse homem é Abrão, que reside na cidade de Ur, do povoado caldeu. O chamado de Abraão (como mais tarde passou a se chamar) exige uma renúncia, ele larga tudo rumo a uma “terra prometida” que jamais conhece, vive como peregrino, e os seus descendentes e que vivem a promessa. Deus lhe diz: “Multiplicarei a sua descendência como as estrelas do céu. De ti farei uma grande nação”. Abraão e Sara, sua mulher, têm um filho chamado Isaque. Isaque tem dois filhos, Esaú e Jacó, e a história de Raquel será contada a partir da (conturbada) história de Jacó, num momento em que é obrigado a fugir do lugar onde vive, procurando apoio na casa de seu tio Labão e passando a saber de sua existência, visto ser sua prima. O capítulo 29 do Livro de Gênesis relata os detalhes desse encontro, nos versículos 10 a 20:

    E aconteceu que, vendo a Raquel, filha de Labão, irmão de sua mãe, e as ovelhas de Labão, irmão de sua mãe, chegou Jacó, e revolveu a pedra de sobre a boca do poço e deu de beber às ovelhas de Labão, irmão de sua mãe. E Jacó beijou a Raquel, e levantou a sua voz e chorou. E Jacó anunciou a Raquel que era irmão de seu pai, e que era filho de Rebeca; então ela correu, e o anunciou a seu pai. E aconteceu que, ouvindo Labão as novas de Jacó, filho de sua irmã, correu-lhe ao encontro, e abraçou-o, e beijou-o, e levou-o à sua casa; e ele contou a Labão todas estas coisas. Então Labão disse-lhe: Verdadeiramente és tu o meu osso e a minha carne. E ficou com ele um mês inteiro. Depois disse Labão a Jacó: Porque tu és meu irmão, hás de servir-me de graça? Declara-me qual será o teu salário. E Labão tinha duas filhas; o nome da mais velha era Lia, e o nome da menor Raquel. Lia tinha olhos tenros, mas Raquel era de formoso semblante e formosa à vista. E Jacó amava a Raquel, e disse: Sete anos te servirei por Raquel, tua filha menor. Então disse Labão: Melhor é que eu a dê a ti, do que eu a dê a outro homem; fica comigo. Assim serviu Jacó sete anos por Raquel; e estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava.

    O verso anterior, de número 9, diz algo interessante: Raquel era pastora. Por conseguinte, Raquel era alguém que trabalhava incansavelmente, não apenas vigiando as ovelhas, mas, dando-lhes água, encontrando os melhores pastos, cuidando de seus ferimentos e até mesmo enfrentando situações de perigo (tais como Davi relata sobre ursos, leões e outros animais perigosos) para protegê-las. Quando alguém trabalha bastante assim, esse alguém demonstra que está pronto, que está à disposição, que tem desejo não de um emprego, mas de trabalhar. E uma pessoa assim vira alvo de Deus. Deus procura pessoas dispostas a trabalhar. Deus não quer pessoas encostadas. Deus não procura pessoas preguiçosas. Deus procura pessoas dispostas a se envolver, a pagar um preço. Talvez, esse seja um método divino, uma vez que, ao lermos a Bíblia, nunca encontraremos histórias de desocupados. Raquel foi escolhida justamente por seu trabalho.

    Raquel é também um exemplo de alguém com expectativa de crescer. E ela realmente poderia se encher de esperanças: a escolha de Jacó de trabalhar sete anos para se casar com ela (visto que a amava) representa mais do que sua oração por um marido. Isso lhe chega como uma chamada para edificar algo especial e de valor eterno  os filhos de Raquel estariam entre os doze homens, que formariam as doze famílias constituintes das doze tribos de Israel. Mas, a espera de Raquel é, acima de tudo, uma espera de melhora, uma vez que a novidade inicial de pastorear um rebanho, de ter conquistado a confiança de seu pai, com o passar dos anos, transformou-se em tédio, em dias de espera por algo novo a acontecer, em que se pode arriscar dizer que Raquel estaria até mesmo insatisfeita. Ela, como muitos de nós, estava à espera de uma grande mudança, que ocorreria somente em sete anos (tornando-se, por isso, quase intolerável), mas, que havia resolvido (também como acontece conosco) esperar pacientemente, com confiança de que um dia essa resposta chegaria.

    No entanto, não foi isso o que aconteceu. Ao final dos sete anos, em que Raquel finalmente se casaria com Jacó, seu pai, em vez de entregá-la a seu noivo, entrega sua irmã Lia em seu lugar (Gen. 29: 21-24). Quando Jacó descobre que fora enganado, o que (por algum motivo) só veio a acontecer na manhã seguinte ao casamento (Gen. 29: 25), Jacó terá de concordar em trabalhar mais sete anos por Raquel (Gen. 29: 27). Mas, esse não é o ponto. Primeiramente, observamos a influência do “macro ambiente” nas vidas de Jacó e Raquel. Labão não oferecera Raquel a Jacó porque, primeiramente, era costume casar a filha mais velha e (portanto) Lia deveria ser-lhe entregue. Assim, tanto Jacó quanto Raquel deveriam entender que o macro ambiente impunha situações totalmente fora de seu controle, mas que seriam as que mais afetariam as suas vidas. Depois, é necessário examinar a atitude de Raquel, de alguém que, em vez de se revoltar contra seu pai ou sua irmã, ameaçar fugir de casa, incitar Jacó contra a sua família, ou maldizer Deus, incorrendo em rebeldia, fez jus ao significado hebraico de seu nome, “ovelha”, permanecendo em sujeição e obediência e esperando pelo agir de Deus.

    De fato, não seria nada fácil o que aguardaria Raquel desse tempo em diante. Olhando para a história de Raquel, penso na expressão “Não dá para piorar mais”. Depois de tudo o que sofrera, ao ser finalmente entregue ao amado (em cumprimento aos demais sete anos que Jacó trabalharia) teve de dividi-lo com a irmã. (Nesse momento, a provavelmente a própria Raquel deve ter pensado que não haveria como as coisas piorarem mais). Não obstante a tamanho infortúnio  haveria, de fato, como as coisas piorarem no que pode ser descrito como uma “seqüência de golpes” atingindo a vida de Raquel , o versículo 31 (do mesmo capítulo 29) dá conta de que Lia era fértil e Raquel, estéril. Desse modo, além da tristeza e frustração de não poder dar filhos a seu marido (mesmo sabendo que ele a amava), Raquel teria de suportar a alegria da fertilidade da irmã que, até o final do capítulo 29, no verso 35, já havia dado quatro filhos a Jacó. E Raquel, então, peca. O primeiro versículo do capítulo 30 relata que Raquel teve inveja de sua irmã e recebeu o furor de seu marido (Gen. 30: 2), pois, em um momento de desespero, em que até mesmo oferecera sua serva a ele para que tivesse filhos por meio dela (Gen. 30: 3 em diante), deixa expressar sua angústia, ao que recebe uma reprimenda.

    Isso nos faz lembrar da nossa própria condição, quando chegamos ao ponto em que as coisas deveriam começar a acontecer, em que deveríamos começar a gerar e que, em vez disso, percebemos que falhamos, que não conseguimos suprir as necessidades para as quais fomos designados. De repente, nada de gerar, nem frutificar e nos sentimos fracassados como pessoas, como profissionais e ministerialmente. Sentimo-nos estéreis. E tudo realmente poderia estar perdido, não fosse pelo nosso Deus, que, assim como atentou para o sofrimento de Raquel e lhe concedeu um primeiro filho (Gen. 30: 22, 23), “tirando-lhe a vergonha” (Gen. 30: 23) e preparando o grande salvamento para o povo hebreu  uma vez que esse filho, José, seria vendido ao Egito mas, tornar-se-ia o segundo homem mais importante dessa nação e responsável pela sobrevivência de seu povo , Deus não se esquecerá daqueles que confiam Nele, daqueles que O buscam, daqueles que acreditam. Ele tem o tempo certo para tudo e você, certamente, começará a gerar. Quando você cumpre as etapas, espera o tempo certo, não força uma situação, não força o coração de Deus, você está gerando a resposta. E quando Deus vem é para honrá-lo, para mudar os seus dias!

    Lembre-se do final da história de Raquel, de que Deus se lembrou dela; de que era uma moça comum, que queria mostrar ao mundo que dava para confiar em Deus. Ela queria que as pessoas olhassem para ela e dissessem: “O Deus dela é maravilhoso, o Deus dela é poderoso”. Ela passou pelo que passou, mas a sua história mudou. Houve um momento em que a maré virou e hoje é evidente para quem quer que seja que o Deus de Raquel está vivo e é real. Essa era a sua motivação; essa era a sua intenção; e deverá ser a sua própria. Vale a pena confiar em Deus. Vale a pena esperar Nele. Por piores que sejam os seus sentimentos, por mais difícil que seja o que Deus lhe pedir, por mais complexo que seja esperar o tempo divino, faça aquilo que Deus lhe pede. Vai chegar um tempo em que as coisas começarão a mudar. Vai chegar um tempo em que Deus se lembrará de você. E quando as atenções de Deus se voltam para a sua vida, é o momento em que verdadeiramente a sua sorte será mudada.

    Deus o abençoe,

    Ap. Rina.
     

    Receba também o Fala Pastor diariamente em seu celular.
    Envie a palavra "falapastor"para 49820 receba palavra que irão te edificar.
    Serviço disponível para operadora Tim, Claro, Vivo, Oi e Brasil telecom.
    Custo da mensagem recebida: R$ 0,31 + impostos.
    Duvidas envie gratuitamente a palavra "info + sua duvida" para 49820.

    Igreja Evangélica Bola de Neve
    Rua Turiassu, 734 Perdizes / São Paulo – SP
    Cultos: Domingo 10h, 16h (tradução em Libras) e 19h / Quinta-feira 20h e Sábado 20h
    Para saber os horários de cultos na sua cidade acesse o site:
    www.boladeneve.com

    sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

    ... uma mistura de cinema e alface rs

    0 bereianos

    Achei mto legal essa sacada de publicidade, uma mistura de cinema e alface rs.


    Aqui a natureza é a estrela


    A última campanha da rede Hortifruti traz o slogan: ‘Aqui a natureza é a estrela’, com paródias de títulos de filmes. A criação é da agência capixaba MP Publicidade.


    Fonte: http://sitecomidinhas.wordpress.com/


    quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

    escoladepais] CUIDADO, SEU FILHO VAI SER VOCÊ AMANHÃ !

    0 bereianos

    (vídeo) 3 tipos de estacionamento...

    0 bereianos

    (vídeo) Primeiro contato com a mesa de sinuca!

    0 bereianos

    (vídeo): Perfect for big cities....like Sao Paulo

    0 bereianos

    Life is too short for the wrong job! A vida é mto curtas p/ um trabalho errado

    0 bereianos

    (vídeo) O BURRACO - legal

    0 bereianos
    O seu "EU" verdadeiro aparece qdo vc está sozinho, aí é q Deus e você vê
    quem você é. Ou qdo vc está longe daqueles que te cercam...

    Veja o vídeo em anexo.

    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

    É HOJE! DEBATE EM SAMPA - JESUS É DEUS?

    0 bereianos


    Presentes para durar a vida toda

    0 bereianos
    resentes para durar a vida toda

    (caso tenha dificuldade em visualizar esta mensagem, clique aqui)

    terça-feira, 9 de dezembro de 2008

    KIT FAMILIA

    0 bereianos

     

     


    Editora Naós

    (11) 3992-8016


     

    No virus found in this incoming message.
    Checked by AVG - http://www.avg.com
    Version: 8.0.175 / Virus Database: 270.8.6/1769 - Release Date: 5/11/2008 07:17

    Fala Pastor - Refletindo a glória de Deus

    0 bereianos

     

    REFLETINDO A GLÓRIA DE DEUS

     
    Segundo a Bíblia, Deus escolheu a sua igreja para refletir como espelho a sua glória, a sua luz sobre a humanidade.
    Nós temos como missão ser reflexo da imagem de Deus na terra, mas um dos maiores problemas em nossos dias é a dificuldade em proteger a integridade da igreja.
    Falhamos ao cultivar uma imagem cristã totalmente distorcida, querendo parecer algo que não somos, quando agimos com hipocrisia, fingindo espiritualidade, usando máscaras. Isto é um problema sério, porque faz com que a igreja venha perdendo seu crédito junto à sociedade, gerando desconfiança nas pessoas.
    Mas Deus está trabalhando para mudar este quadro, o Espírito Santo está nos compungindo a agirmos com legitimidade, retidão e verdade em nosso relacionamento com Deus.
    Deus vai passar sua igreja pelo fogo, porque o caráter verdadeiramente cristão precisa ser forjado, precisamos dos chacoalhões de Deus para resgatar valores.
    Você age conscientemente fingindo ser uma coisa que não é? Você procura ser visto como alguém melhor do que é?
    A Palavra de Deus corta como espada de dois gumes (Hebreus 4:12), mas estes cortes no mais profundo do nosso ser, são para discernir os propósitos do nosso coração e para o nosso bem.
    Na verdade Deus está procurando pessoas sinceras, verdadeiras, que queiram "ser" antes de apenas "fazer".
     
    Gálatas 2.11-14
    11Quando, porém, Cefas (que é Pedro) veio a Antioquia, resisti-lhe face a face, porque se tornara repreensível. 12Com efeito, antes de chegarem alguns da parte de Tiago, comia com os gentios; quando, porém, chegaram, afastou-se e, por fim, veio a apartar-se, temendo os da circuncisão. 13E também os demais judeus dissimularam com ele, a ponto de o próprio Barnabé ter-se deixado levar pela dissimulação deles. 14Quando, porém, vi que não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho, disse a Cefas, na presença de todos: se, sendo tu judeu, vives como gentio e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?
     
    É muito fácil cair no erro da hipocrisia. Aconteceu com Pedro, e isso em meio a um avivamento.
    Sabemos que Jesus cumpriu seu ministério obedecendo aos propósitos do Pai, voltou para o Pai, mas deixou uma missão. Apesar dos primeiros cristãos, cerca de dez mil, terem sido judeus, começando pelos apóstolos, muitos deles não O receberam como judeu, e era necessário que o Evangelho fosse pregado aos gentios.
    Em Atos 10:9-16, Pedro tem uma visão de um lençol descendo do céu com animais que os judeus consideravam impuros, mas Deus lhe diz: O que Deus purificou não considere impuro.
    No mesmo momento um homem chamado Cornélio, centurião da corte italiana em Cesaréia, orava buscando a Deus e Pedro é enviado até sua casa, prega o evangelho. Cornélio e os seus aceitam e com isso, se dá o início da pregação aos gentios, levando salvação em Cristo e herança em Deus. (Atos 10:17-48)
    Numa ocasião Pedro estava comendo com os gentios, mas quando chegaram alguns judeus ele se afastou, com receio deles, mesmo depois do que Deus lhe mostrou. O temor de Pedro em relação aos homens foi maior que o temor a Deus, e Paulo o confronta por esta atitude, e fez isto face a face. Pedro agiu com hipocrisia, se preocupou mais em ficar bem com todos do que em obedecer a Deus, independente do que isto pudesse lhe causar.
    O mundo está precisando de pessoas sinceras. O mundo clama por pessoas sinceras.
    Uma pessoa de Deus tem que aliar carisma e caráter.
    Não importa para Deus em quantas coisas eu estiver envolvido, se eu não for sincero eu não serei luz, mas pedra de tropeço.
    Mesmo que haja unção, com sinais sobrenaturais, um só ato de desonestidade pode colocar tudo a perder, anulando o fruto do ministério e da unção da vida do cristão.
    Não importa que você tenha convivido com hábitos desonestos na vida, com pessoas próximas que deram mau exemplo, deixe estes hábitos e instrua seus filhos na Palavra desde pequeninos, pois temos o costume de achar bonitinho até mesmo os erros das crianças, e isto é perigoso.
    Outro exemplo ocorre no mundo dos negócios, as pessoas contam mentiras das mais variadas para poder fechar negócios, efetuar vendas, sendo que poderiam vender mesmo sem fazer isso.
    Isto é pecado! mas chega um momento no qual Deus acende a luz vermelha e você começa a ficar incomodado, é a hora que Deus fala: pára, muda, senão vai haver conseqüências para os seus erros.
    Não deixe fundir o  motor de sua vida! Há um alerta de Deus? Mude de atitude, desperte!
     
    CARACTERÍSTICAS DE ALGUÉM SEM INTEGRIDADE:
     
    1. "Está sob um manto de condenação"
    Por mais que ela saiba que Deus é amor, misericórdia e graça, ela se sente constantemente condenada por Deus, desligada de Deus, com um peso de acusação, sem paz com Deus.
    A não ser que se conserte, que se arrependa, que confesse, pois mesmo indo ao culto e ofertando, ela sabe que Deus não está aceitando aquilo.
     
    2. "Age com base no medo"
    Como Pedro fez, quer agradar a todos, evitando confronto e se molda ao que o momento exige. O comportamento varia conforme os interesses. Evita confronto para não trazer problemas de relacionamento, se preocupa com o que um e outro vão pensar, sem personalidade.
     
    3. "Arrasta outros consigo"
    Gálatas 2:13 "E também os demais judeus dissimularam com ele, a ponto de o próprio Barnabé ter-se deixado levar pela dissimulação deles". Até Barnabé, homem de Deus, experiente, que viajou com o próprio Paulo, se deixou levar pela influência de Pedro, porque quem não tem integridade se sente melhor levando outros junto, para dar moral e cobertura ao erro. Influência negativa, mentira, engano e veneno.
     
    4. "Está num caminho de erro"
    Gálatas 2:14 "Quando, porém, vi que não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho...".
    A hipocrisia reconstrói hábitos antigos removidos na conversão, coisas que você abriu mão quando se converteu, para se tornarem coisas escondidas debaixo de uma capa religiosa.
    Gálatas 2.18 "Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, a mim mesmo me constituo transgressor."
    Se eu reconstruo o que destruí no passado, eu provo que sou um transgressor.
     
    5. "Anula a graça de Deus"
    Gálatas 2.21 "Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça é mediante a lei, segue-se que morreu Cristo em vão."
    Paulo quer dizer que se Pedro voltasse ao legalismo ele iria virar um escravo, pensando em agradar pessoas, e não estaria mais debaixo da graça.
     
    6. "Fica anestesiada"
    Não consegue reagir! Por um tempo é até possível pessoas se enganarem, se equivocarem, mas chega um momento que a tolerância vai acabar, porque pode se tornar rebeldia declarada.
    Atos 17.30 "Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam;"
     
    7. "Vai perder tudo"
    Gálatas 3.4 "Terá sido em vão que tantas coisas sofrestes? Se, na verdade, foram em vão."
    Paulo está dizendo: tudo o que vocês sofreram não adiantou nada? Os erros do passado não vão te ajudar a acertar no presente? Você está disposto a colocar tudo a perder? Vai jogar tudo pro alto?Você chegou até aqui para perder tudo?
    Tudo por causa do fingimento, do engano e da religiosidade.
     
    CARACTERÍSTICAS DO ÍNTEGRO:
     
    1. "Fala a verdade doa a quem doer"
    Custe o que custar! Fala a verdade, diz o que tem que ser dito.
    Mateus 5.37 "Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno."
    Não prometa o que não vai cumprir. Dê satisfação, cumpra suas obrigações, lutas e fases difíceis acontecem, mas saia com dignidade delas.
    Deus perdoa seus pecados, mas você tem que assumir suas dívidas, sem essa de "Deus lhe pague!"
     
    2. "Tem motivos puros"
    Tiago 3.17 "A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento."
     
    3. "Protege a imagem que projeta"
    Mas não é marketing pessoal não! Está na hora da igreja começar a se preocupar com a imagem de Jesus que ela projeta na sociedade.
    Cuide de sua imagem, nesse caso imagem é tudo. Não da imagem carnal, mas da imagem de Jesus  na sua vida.
     
    VENCENDO A HIPOCRISIA!
     
    Saia dessa situação o mais rápido possível. Como? Com as seguintes atitudes:
     
    1º) "Encontre um confrontador"
    Não se isole, a pior coisa é se isolar e não ter quem ministre sua vida, quem aponte seus erros.
    Pedro teve Paulo, Davi teve Natan, todos nós precisamos ser confrontados.
     
    2º) "Seja seguro e convicto"
    Não tente agradar todo mundo.
    Na vida cristã não tem café com  leite. Ou você anda com Deus ou não anda.
     
    3º) "Mantenha distância de hipócrita"
    Hipocrisia contagia, contamina. É pior do que gripe. Como vimos em Gálatas 2:13, até Barnabé entrou no jogo de Pedro. Hipocrisia é pecado, é veneno espiritual.
     
    4º) Quesito fundamental: "Seja íntegro e não tenha nada com a hipocrisia"
     
    Deus os abençoe!

    Ap. Rina
     

    Receba também o Fala Pastor diariamente em seu celular.
    Envie a palavra "falapastor"para 49820 receba palavra que irão te edificar.
    Serviço disponível para operadora Tim, Claro, Vivo, Oi e Brasil telecom.
    Custo da mensagem recebida: R$ 0,31 + impostos.
    Duvidas envie gratuitamente a palavra "info + sua duvida" para 49820.

    Igreja Evangélica Bola de Neve
    Rua Turiassu, 734 Perdizes / São Paulo – SP
    Cultos: Domingo 10h, 16h (tradução em Libras) e 19h / Quinta-feira 20h e Sábado 20h
    Para saber os horários de cultos na sua cidade acesse o site: www.boladeneve.com