sexta-feira, 27 de junho de 2008

MANIFESTAÇÃO DOS EVANGÉLICOS - Brasília 25 de junho de 2008

Evangélicos e Católicos protestam no congresso contra Lei da mordaça Gay

São poucos os momentos que vejo duas Igrejas Cristãs que tem pontos de vista teológico tão distintos, se unirem para somar forças contra um objetivo comum. O protesto do dia 25 de junho de 2008 marcou essa união de católicos e evangélicos contra aprovação do PL 122/2006.

MANIFESTAÇÃO DOS EVANGÉLICOS EM BRASÍLIA CONTRA O PROJETO DE LEI 122/06

Um grupo de evangélicos tentou invadir o Congresso Nacional nesta quarta-feira em protesto contra a aprovação do projeto que criminaliza a homofobia (discriminação contra homossexuais) no país. Cerca de mil evangélicos fizeram uma manifestação em frente à sede do Legislativo para evitar a votação do projeto. Os manifestantes querem ter o direito de criticar a homossexualidade, sem punições estabelecidas na legislação.
 
 
 
Photobucket
Foto: Marcelo JS Photo
 
VEJA VÍDEOS:
 
  1. Evangélicos no Congresso contra PLC 122/06 (25.06.08) - 1
  2. Evangélicos no Congresso contra PLC 122/06 (25.06.08) - 2

O projeto está em discussão na CAS (Comissão de Assuntos Sociais) do Senado, sem previsão de entrar na pauta de votações do plenário. "Achamos que o problema da discriminação não atinge só os homossexuais, mas também os negros, as mulheres, até mesmo nós evangélicos. O projeto de lei dá poderes ditatoriais a uma minoria. Se um funcionário for dispensado de uma empresa, por exemplo, pode alegar homofobia e o dono da empresa vai ser preso por crime hediondo, inafiançável. Queremos trazer um projeto para proteger todas as minorias", disse o deputado Rodovalho (DEM-DF), da Igreja Sara Nossa Terra.
 
MARCELO JS5
Foto: Marcelo JS Photo

Parte dos manifestantes pressionou seguranças do Senado para ingressarem na Casa. Houve empurra-empurra e princípio de tumulto em frente à entrada principal do Legislativo. O grupo fez orações contra a aprovação do projeto, conduzidos pelo pastor Jabes de Alencar, da Assembléia de Deus.
 
marcelo js 2
Foto: Marcelo JS Photo

"Senhor, sabemos que há uma maquinação para que esse país seja transformado numa Sodoma e Gomorra [cidades bíblicas que teriam sido destruídas pelos excessos cometidos por seus moradores]. Um projeto desses vai abrir as portas do inferno", disse o pastor.

Alguns dos manifestantes conseguiram ingressar no Senado e foram recebidos na presidência pelo senador Magno Malta (PR-ES). Evangélico, Malta ocupa interinamente a presidência uma vez que o senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) está fora de Brasília. O pastor Silas Malafaia, da Assembléia de Deus, entregou um documento para Malta contra a aprovação do projeto. "Esse projeto de livre expressão sexual abre as portas para a pedofilia. É uma afronta à Constituição e à família", disse o pastor.

O deputado Miguel Martini (PHS-MG), que integra a frente parlamentar em defesa da família e da vida, disse que o projeto quer "calar a boca" dos cristãos contrários à homossexualidade. "Nós amamos os homossexuais, porque são nossos irmãos, mas não amamos o "homossexualismo'. É um grande combate que estamos enfrentando entre luz e trevas. Não aceitamos discriminação de ninguém, mas não aceitamos sermos discriminados em nossas convicções religiosas."

Blog Olhar Cristão

Fotógrafo: Marcelo JS Photo - Campinas

Photobucket

Foto: Marcelo JS Photo
MARCELO JS4

Brasília 25 de junho de 2008
Fotógrafo: Marcelo JS Photo - Campinas
marcelojsphoto@terra.com.br
Igreja Bola de Neve

0 bereianos:

Postar um comentário