quinta-feira, 13 de março de 2008

A Inundação

Meditação: O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus. (Rute 1:16)

 

Pensamento: Quem espera em Deus não perde a esperança.

 

Leitura: Rute 1:8-17.

 

Mensagem:

A Inundação

 

            No dia 31 de maio de 1889, uma forte tormenta de chuvas inundou o lago Conemaugh, nos EUA, até que por fim a sua barragem rompeu. Um muro de água de 12 metros de altura, a uma velocidade de 64 km por hora, jorrou vale abaixo, em direção a uma cidade chamada Johnstown. A torrente arrastou edifícios, animais e seres humanos e lançou-os no desaguadouro. Quando a água parou, os escombros cobriam mais de 12.000m² e haviam morrido 2.209 pessoas.

            A princípio, os sobreviventes, abalados pela perda de suas propriedades e entes queridos, sentiram-se sem nenhuma esperança. Porém, mais tarde, os líderes da comunidade apresentaram planos de como poderiam reconstruir as indústrias locais e as casas. Isso foi como um bálsamo reparador e os sobreviventes colocaram-se energicamente a trabalhar. A cidade de Johnstown foi reconstruída e hoje é uma cidade próspera, com uma população aproximada de 28.000 habitantes.

            A Bíblia nos conta que, quando Noemi ficou desesperada com a perda de seu esposo e seus dois filhos, sua nora Rute recusou-se a abandoná-la. Pelo contrário, Rute focalizou-se em Deus, em seus relacionamentos e no seu futuro. Deus recompensou a sua fé, provendo o necessário para elas e fazendo de Rute uma ancestral de Jesus Cristo (Mateus 1:5-16).

            Depois de uma perda trágica, deveríamos olhar para os recursos e relacionamentos que restam e confiar que Deus vai usá-los para o bem. Isso pode inspirar e dar esperança para reconstruir uma nova vida.

 

FONTE:

H. Dennis Fisher

Nosso Andar Diário

Ministério RBC

0 bereianos:

Postar um comentário