quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Ultimato e Homossexualidade 1

 
Capa — O movimento gay cristão
Ultimato e Homossexualidade
   Nesta matéria:
Ultimato e Homossexualidade
É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do encontrar respaldo bíblico para o homossexualismo
Cronologia
Freud & Fraude
Gay power & gospel power
Ex-gays? Há muitos!
Por que desobrigar apenas os homossexuais?
Por que os gays que se declaram cristãos são cristãos deficitários?
A homossexualidade e o Catecismo da Igreja Católica
Homossexualismo na versão do Rabino Henry Sobel
A ousadia de Paulo
Jônatas amou a Davi
Filhos de Belial na Sacristia
O Projeto Suplicy
O respeito às diferenças
Direitos dados pelo Criador e direitos inventados pela criatura

Além de artigos esparsos aqui e acolá, a revista Ultimato já publicou quatro números com matéria de capa sobre homossexualismo.


O primeiro foi em junho de 1986 (O vírus da Aids e a graça de Deus, Evolução ou involução, A teologia do perdão, Diga aos homossexuais que voltem atrás, Mesa redonda com homossexuais curados e outros).


O segundo foi em abril de 1987 (A questão gay — Ultimato recebe e corrige texto sobre homossexualismo do Grupo Gay da Bahia).


O terceiro em junho de 1991 (Quem são os travestis?, O drama de Ivo, O foco das possíveis mudanças, Os outdoors da morte, Homossexuais podem mudar, Já não sou mais gay, Tenho tendência mas não sou!, Igreja e Aids, Do ponto de vista psicoterápico o homossexualismo é reversível e outros.


O quarto foi em setembro de 1995 (Equívoco de pastor prejudica cinco milhões de brasileiros, Luiz Mott e o refúgio da mentira, Fundamentos judaico-cristãos da heterossexualidade, Eu também sou heterossexual, Fomos homossexuais — não somos mais, Fui lésbica — não sou mais, Gay sem y e outros).


O número sobre A Questão Gay (abril de 1987) teve a maior tiragem dos 30 anos da história da revista: 100.700 exemplares.

 
Opinião do leitor - Clique aqui e dê sua opinião
Ainda não há comentários sobre este artigo.
 
 

0 bereianos:

Postar um comentário