quinta-feira, 19 de julho de 2007

IGREJA ANGLICANA PUBLICA GUIA SOBRE HARRY POTTER

IGREJA ANGLICANA PUBLICA GUIA SOBRE HARRY POTTER

LONDRES, 18 JUL (ANSA) - A Igreja Anglicana da Inglaterra publicou hoje um guia para aconselhar os jovens a como utilizar os livros do jovem bruxo Harry Potter no ensino da mensagem cristã ao mundo.
O guia intitulado "Mixing it up with Harry Potter" publicado pela editora Church House Publishing, afirmou que a popularidade da saga de J.K. Rowling pode ser utilizada para debater temas cristãos. A Igreja da Inglaterra busca desse modo se aproveitar da grande atenção que geram os livros e filmes de Harry Potter entre os jovens.
O guia foi publicado três dias antes do lançamento oficial do sétimo e último livro da série, "Harry potter end the Deadly Hollows", ainda sem tradução em português, que começará a ser vendido no próximo sábado, dia 21 de julho. Os livros do jovem bruxo haviam sido duramente criticados pelos evangélicos por supostamente fazer apologia à bruxaria e às artes ocultas. No entanto, o reverendo John Pritchard, Bispo de Oxford e um dos líderes máximos da Igreja da Inglaterra, declarou que Jesus Cristo "costumava utilizar as narrações para dialogar com seus seguidores e desafiar seus ouvintes".

"Não há nada melhor que uma boa história para fazer as pessoas pensarem e há muitas boas histórias nos livros de Harry Potter para fazer os jovens pensarem sobre as opções que podem tomar diariamente e sobre seu lugar no mundo", declarou Pritchard.
O guia eclesiástico mostra 12 sessões com cenas curtas dos filmes de Harry Potter, para debater temas cristãos com crianças idades entre 9 e 13 anos. Owen Smith, autor do guia e que trabalha para a igreja St. Margaret's Church na cidade de Rainham, no condado de Kent, declarou que afirmar que os livros de Harry Potter "atraem as crianças para as ciências ocultas é falar mal de J.K. Rowling e subestimar em grande parte a habilidade das crianças de separar a realidade da ficção". (ANSA)

18/07/2007 12:44

© Copyright ANSA. Todos os direitos reservados

0 bereianos:

Postar um comentário